Taboão da Serra tem primeiro caso suspeito de coronavírus

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 27/02/2020

A Secretaria de Saúde de Taboão da Serra emitiu comunicado informando que o município atendeu o primeiro caso suspeito de coronavírus na noite desta quarta-feira, dia 26. Trata-se de um homem de 30 anos que voltou de Milão, na Itália, na noite de terça-feira, dia 26, e começou a apresentar sintomas gripais.

Ao tomar conhecimento do caso, “imediatamente, a Secretaria de Saúde da Prefeitura de Taboão da Serra, por meio da Vigilância Epidemiológica, seguiu os protocolos definidos pelo Ministério de Saúde, e aguarda exames para outras providências”.

Apesar da suspeita, a Secretaria reforça que “não há motivos para pânico” e ressalta medidas preventivas, como lavar as mãos com água e sabão, usar álcool gel, cobrir a boca com o braço ao tossir ou espirrar, evitar tocar os olhos, nariz e boca com as mãos, evitar aglomerações. “[Essas precauções] não são somente para o coronavírus, mas para toda e qualquer infecção respiratória”, informa ainda administração municipal.

Desde a descoberto do novo vírus e das suspeitas de caso no Brasil, o município mantém um comitê de monitoramento e prevenção. 

Primeiro caso confirmado em São Paulo

Na quarta-feira, dia 26, o primeiro caso suspeito da infecção foi confirmado no Brasil. O homem, de 61 anos, mora em São Paulo e voltou recentemente da região de Lombardia, na Itália, país europeu mais afetado pelo coronavírus, com pelo menos 11 mortes registradas até agora.

O primeiro exame foi feito no Hospital Albert Eisntein, onde procurou auxílio médico após voltar de uma viagem com sintomas da doença. Um segundo teste, feito no Insituto Adolfo Lutz, laboratório referência, também deu positivo.

Ele foi atendido e liberado pelo hospital para ficar em quarentena na residência, pois segundo o hospital apresenta bom estado clínico e só será internado caso a situação piorar. Além do homem, toda a sua família também está em observação.

O número de casos em investigação no Brasil vinha caindo. Ao todo, mais de 56 suspeitas deram negativas. Agora, em São Paulo, outros três casos suspeitos são averiguados, todos adultos. No rio, há mais um.

A origem do coronavírus se deu na China, onde mais de 2,7 mil pessoas já morreram e mais de  78 mil estão infectadas. Pessoas que viajaram para o país asiático nos últimos meses ou para regiões afetadas devem fazer o teste. Entre os sintomas, estão febre, tosse, fadiga musculares e desconforto muscular agudo.

 

Comentários