Após enchente, Bia Dória, primeira-dama de SP, visita Taboão da Serra e pede doações

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 12/02/2020

A primeira-dama do Estado de São Paulo e presidente do Fundo Social, Bia Dória, visitou Taboão da Serra nesta terça-feira, dia 11, após as enchentes e os deslizamentos no centro da cidade. Ao lado do prefeito Fernando Fernandes, ela aproveitou a passagem pelo município para fazer um apelo e pedir por ajuda com doações, principalmente de eletrodomésticos, às vítimas que tiveram grandes perdas materiais.

“Nós estamos aqui em nome do Fundo Social de São Paulo, viemos fazer doações, mas eu quero fazer um apelo para a população. O ano inteiro nós fizemos campanha e arrecadamos cobertores, colchões, cestas básicas, mas agora nós precisamos que todos vocês que podem nos ajudem com eletrodomésticos. Fogões, geladeiras e eletrodomésticos em geral”, pediu a primeira-dama.

Para receber as doações, a prefeitura disponibilizou um posto de recolhimento localizado no Cemur, na Praça Nicola Vivilechio. Se alguém tiver alguma dúvida,  pode entrar em contato com os números 4138-7228, 4701-9021, 4788-5300.

“Nós estamos muito honrados e gratos pela presença da primeira-dama do estado de São Paulo que está nos socorrendo, socorrendo a população de Taboão da Serra com essa ideia maravilhosa, que é a doação de eletrodoméstico, a grande perda que as famílias têm em um momento como este”, disse o prefeito. “Vamos torcer para as pessoas corresponderem com esse pedido da primeira-dama”, finalizou Fernando.

Segundo Secretaria de Assistência Social e Cidadania, 183 famílias, cerca de 459 pessoas, sofreram grandes perdas após terem suas casas invadidas pela água. Outras 32 pessoas ficaram desalojadas, segundo o governo estadual. Dez casas precisaram ser interditadas pelo risco de novos deslizamentos de terra. Na cidade, estado de emergência foi decretado.

A prefeitura já prestou auxílio aos moradores e agora também recebe ajuda do governo estadual. Além das entregas de cobertores feito pelo Fundo Social, também foram enviados mais de 5 toneladas em ajuda humanitária pelo governo estadual.

 

Comentários