Após ser flagrado descartando entulho no Ponte Alta, homem é multado em quase R$ 12 mil

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 9/02/2020

Após ser flagrado descartando entulhos em uma área do Ponte Alta, no Jardim Salete, na última quinta-feira, dia 6, um morador do Jardim Record foi autuado pela prefeitura de Taboão da Serra e deverá pagar multa de R$ 11,7 mil. A irregularidade foi filmada pelo morador Eder Raniell e causou indignação na população, pois o local é sempre limpo pela administração municipal, mas constantemente sofre descarte irregular. 

No vídeo, o homem aparece descarregando sacos de entulho de dentro de uma Fiorino branca. Mesmo sendo filmando e advertido, o autor da ação não para.  No local, também há uma placa da prefeitura alertando as pessoas sobre a aplicação da multa pela prática, mas o aviso é ignorado pelo homem e por muitos outros.

“E aí, galera? Está assim agora, os caras param o carro aqui na quebrada, jogam esse monte de entulho”, diz Eder Raniell, que fez o registro. “E ele é sem pudor, ele não para, não. Já descarregou o carro inteiro. Ele joga entulho mesmo, não respeita nada”, completa indignado, diz o morador indignado. Uma outra moradora que também passa no local vê o homem descartando o entulho e concorda com o vizinho que filma.  “É isso aí, está certo. É um absurdo isso, gente”, disse ela.

Ele ainda lembra que crianças brincam constantemente no local e que ficam expostas a doenças causadas por ratos e outros parasitas que circulam pelo local por causa do acúmulo de lixo e materiais inservíveis.

O flagrante chegou até a prefeitura, que conseguiu identificar e instaurar processo administrativo contra o autor. Após apuração das imagens, ele foi autuado e multado em R$ 11,7 mil.

Assim como no Ponte Alta, outros diversos bairros de Taboão da Serra são usados para descarte irregular de lixo e entulho. Quase que diariamente, a prefeitura realiza a limpeza desses bairros e age no sentido de conscientizar a população. Por isso, é importante a ajuda dos munícipes na fiscalização. A situação pode ser denunciada para a GCM da cidade pelo número 153.

 

 

 

Comentários