Embu das Artes registra 17 estupros em outubro, maior número de casos em todo o ano

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 4/12/2019

Embu das Artes encerrou o mês de outubro com um aumento preocupante nos crimes de estupro. A cidade teve queixa de 17 casos, o maior número de registros durante todo o ano. Os dados são da Secretaria da Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP).

Do total de casos, ainda de acordo com as estatísticas criminais, 10 foram estupros de vulneráveis. O número também representa um aumento de mais de 320% em relação ao mesmo mês do ano passado, que registrou apenas 4 ocorrências.

Na cidade, apesar do aumento alarmante nos estupros, outros crimes hediondos caíram.  Os homicídios tiveram redução de 83%, indo de 6 para 1 caso. Já latrocínio também diminuiu em 100%. Foi uma ocorrência o ano passado e nenhuma este ano.

Os crimes contra o patrimônio, no entanto, também ficaram no vermelho. Roubo em geral cresceu de 118 para 136 registros, alta de 15%. OS furtos também acompanharam a curva crescente e saltou de 28 casos o ano passado para 104 este ano, ou seja, aumento de mais de 270%.

Já Roubo de veículo aumentou em apenas um caso, indo de 23 para 24 registros, alta de 4%. Furto de veículo foi o único índice criminal contra o patrimônio que caiu. Ano passado houve 18 queixas deste crime, já este ano foram apenas 11, o que representa diminuição de 47%.

Itapecerica da Serra                                                                                     

Em Itapecerica da Serra o número de estupros teve diminuição. Foram 5 casos em 2018 contra 4 em 2019, queda de 20%. Em compensação, o número de pessoas assassinadas na cidade cresceu em 200%, indo de 1 para 3 casos. Latrocínio não registrou nenhuma ocorrência.

Os roubos caíram em 6%, com 6 casos a menos. Ou seja, foram de 100 para 96 ocorrências. Furto de veículo também teve redução. Foram 15 casos o ano passado contra 11 este ano, queda de 26%.

Já Furto em geral não acompanhou a queda e registrou aumento de 7%, indo de 71 para 76. Roubo de veículo também cresceu em 27% e registrou 23 casos em 2019 contra 18 em 2018.

 

 

Comentários