Moradores de Taboão que ainda não cadastraram a biometria podem enfrentar grandes filas nas próximas semanas

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 3/12/2019

Os moradores de Taboão da Serra que ainda não realizaram o cadastramento biométrico poderão enfrentar nas próximas semanas grandes filas. O procedimento já está na reta final, com prazo para término no dia 19 de dezembro.  

Na Central de Atendimento ao Eleitor, no Parque Santos Dumont, onde ficam localizadas as duas zonas eleitorais da cidade, a 416º ZE e 324º ZE, já é perceptível o aumento da movimentação desde a entrada do prédio, onde dificilmente se encontra uma vaga para estacionar, até o saguão de espera.

“A gente tem a capacidade de atender cerca de 1800 pessoas por dia. Estavam vindo 700, 800 pessoas. Essa semana já passou para 1000, 1.100. A gente percebe um aumento gradual de eleitores”, disse Maria José, chefe da sessão da 416º ZE.

A recomendação é que os eleitores que ainda não realizaram o procedimento agendem um horário no site do TER-SP. Caso não tenha meios para marcar, é possível ser atendido com o sistema de encaixe. No dia é necessário levar título de eleitor, um documento oficial com foto e comprovante de residência.

Quem não realizar a biometria, além de ter o título de eleitor cancelado e ficar impedido de votar nas próximas eleições, sofrerá penalidades na vida civil, não podendo tirar passaporte, participar de concursos públicos e pegar empréstimos em bancos administrados pelo Governo.

“ÀS vezes a pessoa não valoriza o título de eleitor, mas ele te garante o exercício da cidadania. Uma vez que você está irregular com a Justiça Eleitoral, isso ecoa no CPF porque ele é suspenso. Você fica irregular e terá dificuldades com algumas situações, como por exemplo o INSS. Você não consegue receber seu benefício, não consegue se cadastrar no bolsa família. Você só vai conseguir regularizar ele quando estiver quite com a Justiça Eleitoral”, relata ainda Maria Jose.

Taboão da Serra é terceira maior cidade de todo o estado onde a biometria é obrigatória. Até gora, de 214.111 eleitores a cidade cadastrou 138.850, ou seja, 64% da população votante. A biometria está sendo implementada com o objetivo de trazer mais segurança para os processos eleitorais. Ela envolve a coleta das impressões digitais, fotografia, atualização dos dados cadastrais e assinatura digitalizada.

 

Comentários