5º Edição do Matematicando recebe centenas de pessoas no Parque das Hortências

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 10/11/2019

Pelo quinto ano consecutivo, o Parque das Hortências, no Parque Assunção, em Taboão da Serra, se transformou em uma divertida aula de matemática ao ar livre e recebeu centenas de pais e alunos da cidade em mais uma edição do Matematicando, evento organizado pela Secretaria de Educação e Tecnologia que aconteceu na sexta-feira, dia 08. (Aqui você consegue ver mais fotos).

A programação já virou tradição na cidade e contou com a participação de todas as escolas da rede municipal, que desenvolvem com muita criatividade durante o ano todo formas lúdicas para ensinar matemática às crianças e as aproximar da tão matéria, estimulando o raciocínio lógico entre elas dentro da sala de aula. Para isso, os educadores passam por cursos de capacitação do MindLab. 

O prefeito Fernando Fernandes acompanhou o evento e enfatizou que "o projeto faz muita diferença na vida das crianças e é por essa razão que Taboão hoje tem um dos maiores IDEBs de São Paulo". "A matemática tem que ser aprendida, não decorada. E esse evento faz com que as crianças raciocinem dentro dela, e logicamente lá no tufuro elas terão um raciocinio muito mais lógico para o seu aprendizado não só nesta matéria, mas também nas outras", completou Fernando.

"Hoje é apenas um dia para mostrar o trabalho, mas este projeto começa desde o início do ano e consiste em uma série de ações que são desenvolvidas o ano todo com as crianças em sala", explicou João Medeiros, secretário de Educação, que explicou que o projeto foi criado para melhorar o rendimento dos alunos na matéria. "O desempenho dos alunos do munfo inteiro é insatisfatório, então naquele momento, em Taboão, nós pensamos 'o que vamos fazer de diferente para mudar isso, para sabermos ensinar de uma forma diferente'", enfatizou. 

O Matematicando também conta com ampla aprovação dos pais. Clesia Moraes é mãe de Maria Cecília, do 2º ano da EMEF Paulo Freire. É a terceira vez que ela e a filha participam da programação. "Eu acho muito interessante, principalmente porque ela está na fase de aprendizado, de adição, subtração, multiplicação, então para ela é o máximo porque aprende muito mais. Ela identifica as continhas em casa com as brincadeiras", conta.

Já Débora Galdino participou pela primeira vez com seu filho, Pedro Miguel, aluno da EMEF Heitor Vila Lobos. "Eu gostei, está bem divertido. E como ele está vindo com mais um amiguinho dele da escola, está bem gostoso. Estamos conseguindo brincar e interagir junto com ele. Trazer ele em um evento desse, nos ajuda também a saber como está o desempenho dele, no que ele tem mais dificuldade", disse Débora.

Além de todas as brincadeiras e jogos espalhados pelas tendas coloridas ao longo do parque, os visitantes também puderam apreciar a apresentação de ballet das alunos da Escola de Bailado e a fanfarra preparada pelos alunos da EMEF Aracy de Abreu e da Ayrton Senna. Também houve a competição dos jogos da MidLab e a final do campeonato de tabuada.

Comentários