Idosa de 80 anos é estuprada por inquilino em São Lourenço da Serra

Por Redação | 19/09/2019

Mais um crime bárbaro de estupro a uma idosa chocou moradore da região nesta quarta-feira, 18. Desta vez a vítima foi uma aposentada de 80 anos que foi estuprada  por seu inquilino no bairro de Barrinhas, em São Lourenço da Serra. O homem invadiu a casa da vítima durante a madrugada e fugiu após o crime. No entanto, foi reconhecido pela idosa e preso momentos depois pela Polícia Civil da cidade.

Segundo a vítima, por volta das 03h um homem entrou na casa por volta de 03h, colocou o travesseiro em seu rosto e a agrediu com diversos socos até ela desmaiar. Em seguida, a estuprou e fugiu.

A idosa pediu socorro ao acordar, sendo levada para o Pronto Socorro da cidade e depois transferida ao Hospital Geral de Itapecerica da Serra. Antes de dar entrada à unidade para ter atendimento médico, ela relatou ao seu neto e sua esposa que o agressor era seu inquilino.

O homem negou o crime e disse que à noite tinha ido junto com a esposa na casa de um amigo para pegar informações sobre um trabalho que conseguiu.  Ele ainda relatou que depois retornou para casa e só voltou a sair às 07h para levar a companheira no ponto de ônibus, o que foi confirmado pela mulher.

A vítima, porém, mais uma vez o reconheceu por uma foto mostrada pela polícia e disse que ele costumava andar sem camisa pelo terreno. O homem já tinha passagem pela polícia por tráfico de drogas.

A Polícia realizou perícia no local e recolheu os lenções, fronhas e o travesseiro. Também foram coletados material genético para exame pericial. Após a prisão em flagrante do acusado, o delegado solicitou a conversão para a preventiva. Ele foi levado ao Centro de Detenção Provisória em Itapecerica da Serra.

Segundo caso em menos de um mês

Este é o segundo caso de estupro a idoso na região em menos de um mês. No dia 4, outro caso revoltou moradores do Jardim Maria Rosa, em Taboão. Uma idosa, de 69 anos, também foi estuprada dentro de sua próprica casa. O homem invadiu o imóvel e abordou a mulher enquanto ela manuseava sua máquina de costura. Em seguida, levou-a para o quarto, onde a estuprou. Além de ter tapado a boca da vítima com as mãos, o homem a todo momento ordenava que ela não olhasse seu rosto.

Depois do crime, o estuprador ainda obrigou a idosa a entregar R$ 100 e disse que se a ela tivesse algum tipo de doença sexualmente transmissível, voltaria para a matar. O homem, segundo a vítima, vestia uma calça de moletom azul e uma blusa azul também, é alto, magro, parto, tem estatura mediana e aparenta ter em torno de 20 anos. O caso é investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher de Taboão da Serra, que busca identificar e prender o suspeito.

Comentários