Após mobilização na internet, moradora do interior de SP consegue encontrar família biológica em Itapecerica

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 12/09/2019

A busca de Fernanda Alves de Oliveira pela família biológica finalmente teve um final feliz. Adotada aos 4 meses, a moça desejava conhecer os familiares de sangue e iniciou uma procura, que teve fim nesta semana depois uma matéria publicada no Jornal Na Net fez com que ela conseguisse  encontrar os familiares no Jardim Jacira, em Itapecerica da Serra, a cerca de 96 quilômetros de onde mora, em Miracatu, no interior de São Paulo.   

A primeira a procurar Fernanda foi sua prima Lucélia. “A princípio, li a matéria e o que me chamou atenção foi quando vi o nome da minha avó paterna. Como não é um nome muito comum, reli com mais atenção e vi que todos os nomes situados eram das pessoas da minha família”, relatou ela, que ouvia desde pequena as pessoas falarem sobre a prima.

Após receber o primeiro contato de alguém da família, Fernanda relata estar muito feliz. “Ainda estou sem acreditar. Minha cabeça ainda está a mil”, disse. Além da prima, ela já conseguiu conversar com uma tia e com a irmã nova e aguarda para falar com a mãe, que mora em outro bairro e está sendo avisada pela família sobre o aparecimento da filha.

Apesar da felicidade de ter finalmente encontras “suas origens”, Fernanda recebeu uma lamentável notícia. O pai, que ela queria tanto conhecer, infelizmente morreu há 16 anos em um acidente de trânsito. Saber de seu falecimento deixou Fernanda triste, mas não a desanimou de reencontrar os outros familiares.

Nena, tia de Fernanda, relatou que sempre quis ir atrás da sobrinha, mas por não ter informações suficientes “não sabia como fazer”. “Eu estou tão emocionada que só de falar já fico com vontade de chorar. No primeiro momento foi um susto misturado com muita emoção”, relatou ela ao dizer que ainda não acreditava ter encontrado Fernanda.

Agora, todos eufóricos, a família se organiza para o reencontro, que deve acontecer o mais breve possível para unir Fernanda e a família biológica. “Não vejo a hora de encontrar eles todos”, relatou.

Comentários