FF anuncia instalação de câmeras de videomonitoramento e outras ações emergenciais para aumentar segurança em Taboão

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 30/07/2019

O prefeito Fernando Fernandes (PSDB) anunciou na tarde desta terça-feira, dia 30, que serão instaladas nas ruas de Taboão da Serra câmeras de videomonitoramentos do sistema Detecta SP para fechar o cerco aos ladrões na cidade e reduzir as ondas de assaltos que vêm acontecendo. Além do novo sistema, outras medidas para melhorar a segurança foram informadas. 

O comunicado aconteceu durante uma reunião para falar sobre segurança pública feita com os moradores do Parque Monte Alegre, bairro que é alvo frequente de roubos e registrou nas últimas duas semanas dois casos de mortes violentas durante assaltos.

 “Nós vamos fazer uma muralha na cidade. Todas as entradas serão monitoradas, mas com um aparelhamento moderno. Quando alguém entra com, pela placa o sistema já notifica rapidamente. Então, é possível saber se o veículo é furtado ou roubado e ver o trajeto feito por ele”, explicou o prefeito.

O projeto, que começou a ser desenvolvido em um mês e já está pronto, custará cerca de R$ 300 mil mensais para os cofres públicos municipais. Quando implementado, o viodeomonitoramento também será acoplado aos radares que já existem em Taboão.

Também será feita a contratação de mais 60 novos GCMs, além do aluguel de 12 motocicletas para rodar 24 horas pela cidade com seis equipes de duas duplas de guarda cada e a construção de uma base de concreto no Parque Marabá e outra no Parque Monte Alegre.

As medidas são de caráter emergencial, mas ainda não há datas definidas para serem implementadas porque será preciso realizar um processo licitatório. No entanto, o prefeito disse que quer colocá-las em funcionamento “o mais rápido possível”, especialmente a do videomonitoramento. “Antes do fim do ano nós vamos estar com isso funcionando”, ressaltou.

Durante a conversa, Fernando Fernandes também pediu ajuda aos moradores para cobrar do Governo do Estado o envio de um efetivo maior da Polícia Militar para cidade. “A Guarda Civil tem feito um trabalho muito bom aqui e quando a polícia enxerga isso, ela vai usar seu contingente em outro lugar”, explicou.

O prefeito ouviu todas as reivindicações para ações de segurança no bairro e se comprometeu a dar uma de atenção especial para o perímetro. “Logicamente, em pontos onde há muitas incidências nós temos que fazer uma intervenção maior. Hoje os moradores do Pq. Monte Alegre realmente são a população-alvo”.

Casos no bairro

A divisa que o Parque Monte Alegre faz com São Paulo facilita a entrada e a fuga dos ladrões de Taboão da Serra, por isso o bairro vem enfrentando constantes ondas de assalto. Nas duas últimas semanas, dois casos marcantes causaram indignação dos moradores.

O primeiro deles foi o latrocínio de taxista na rua Antônio Pestana, no dia 18. A vítima estava dentro do carro com a esposa, de 52 anos, quando foi abordado por um desconhecido armado em uma motocicleta. O homem tentou jogar o carro em cima do motoqueiro, mas o assaltante atirou entre o vidro entreaberto e o atingiu no peito.

Já na última sexta-feira, outro morador foi assinado durante um assalto. O homem chegava em sua casa em um Jeep quando foi abordado por dois homens em uma motocicleta. Ao perceber o assalto, a vítima tentou fugir com o carro, mas foi atingida por um disparo, perdeu o controle do carro e capotou.

 

Comentários