Taboão imuniza mais de 4,9 mil pessoas no dia D de Vacinação contra o Sarampo

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 29/07/2019

O dia D de vacinação contra o Sarampo em Taboão da Serra, realizado no sábado, dia 27, com a abertura de todas as Unidades Básicas de Saúde, imunizou mais de 4.900 moradores da cidade, segundo a Secretaria de Saúde. O município entrou na lista prioritária do Estado contra a doença na última semana e realiza a campanha de vacinação até o dia 16 de agosto.

O prefeito Fernando Fernandes alertou a população sobre a importância da vacina e disse que ela “é a medida de prevenção mais eficaz”. “O sarampo é uma doença viral, altamente contagiosa. E a transmissão se dá de pessoa para pessoa, por meio de secreções eliminadas quando tossimos, respiramos e falamos. Uma pessoa doente pode contaminar até outras 16 pessoas”, explicou ainda o prefeito.

A campanha tem como público alvo munícipes de 15 a 29 anos, mas as doses também são aplicadas em pessoas de 01 a 15 anos, faixa etária que precisa tomar a dose conforme calendário vacinal, e dos 29 aos 59 anos que devem tomar pelo menos uma vez.

“Quando nós temos doenças que podem ser prevenidas por vacinação, é fundamental que a gente imunize pelo menos 95% da população-alvo”, explicou a dra. Raquel Zaicaner, secretária de Saúde da cidade.

Para se imunizar, basta comparecer na UBS mais próxima à residência. Jovens que integram o grupo prioritário, não precisam levar a carteirinha de vacinação, somente um documento oficial com foto. Já as outras pessoas precisam estar, além do documento, com a carteira de controle vacinal em mãos. Também há postos móveis de vacinação montados em estações da CPTM e do Metrô (confira clicando aqui).

Taboão tem até agora três casos de Sarampo confirmados, no entanto, em apenas um dele a pessoa reside na cidade. Dos outros dois, um é de São Paulo e o outro de Embu das Artes. Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde, oito casos já foram descartados e outros 18 notificados passam por análise.

O Brasil tinha o selo de erradicação do Sarampo, mas devido aos surtos registrados nos últimos anos, o país perdeu essa certificação, explicou ainda a dra. Raquel. “Houve uma diminuição da cobertura vacinal em diversas cidades do Brasil”, disse.

Em todo o Estado, a expectativa é imunizar cerca de 4,4 milhões de pessoas do grupo alvo. Além de Taboão, a campanha também acontece em Barueri, Carapicuíba, Diadema, Mairiporã, Mauá, Santana de Parnaíba, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, Guarulhos, Osasco, São Bernardo do Campo, Santo André e São Caetano do Sul.

 

 

Comentários