Estuprador de Taboão é reconhecido por 2º vítima e segue preso no CDP de Guarulhos

Por Redação | 23/07/2019

Uma segunda vítima de reconheceu Silvio Augusto Durante Garanhani, de 53 anos, como autor de uma tentativa de estupro na rua do Cristo, no Centro de Taboão da Serra, no dia 11 deste mês. Está é pelo menos a segunda mulher que quase foi estuprada na cidade por ele,  que diferente do noticiado na semana passada após uma reportagem do SBT e reproduzido pelo Jornal Na Net, não está solto, mas segue detido no Centro de Detenção Provisória de Guarulhos. 

A mulher de 41 anos viu a reportagem que circulava com a foto do homem e o reconheceu. Ela compareceu na delegacia nesta segunda-feira, dia 22, e informou que aquele era o homem que a tinha atacado. Depois dela, Silvio tentou estuprar outra mulher, mas foi detido pela Polícia Militar 

O estuprador abordou a mulher depois de ela subir as escadarias que davam acesso à rua do Cristo, no centro de Taboão. Ele estava escondido em um terreno baldio e a agarrou, puxando-a para dentro do mato e tapando sua boca com a manga da blusa.  O agressor tentou dar uma gravatada na moça, mas ela conseguiu escapar e sair correndo

Quatro dias depois, uma outra vítima. Uma jovem andava pela rua das Carmélias, também no centro, quando foi abordada pelo estuprador no dia 15 . Segundo informou, ele a parou pedindo um cigarro, mas depois mostrou uma faca e começou a ameaçá-la, colocando a arma branca em seu pescoço. O homem tentou agarrar a moça, mas ela começa a lutar com o agressor. (veja o vídeo clicando aqui)

A briga dura cerca de um minuto até que ela consegue se levantar e começa a correr já sem a blusa de frio, somente com um top. A moça ainda foi perseguida novamente pelo homem, mas conseguiu pedir ajuda na casa da namorada e o estuprador foi detido pela PM.

Ele foi preso preventivamente e segue no Centro de Detenção Provisória de Guarulhos aguardando a sentença final.

 

Comentários