Moradores de Embu-Guaçu se mobilizam contra reduções de viagens em ônibus da EMTU

Por Redação | 25/06/2019

A redução de viagens em três linhas intermunicipais gerenciadas pela EMTU tem sido motivo de discussão em Embu-Guaçu. Moradores da cidade que se dizem prejudicados com a medida estão se mobilizando na internet e realizando um abaixo-assinado online no change.org para tentar reverter a situação. A petição já tem mais de 300 assinaturas.

Uma das linhas afetadas foi a 012, que sai do bairro Cipó Guaçu e vai até o Terminal Grajaú. Nela, foi retirada uma viagem em ambos os sentidos na semana e sete em cada sentido aos sábados.s

Nós da 226 que saem da Chácara Florida e também vão até o Terminal Grajaú foram acrescentadas duas viagens em cada sentido de segunda a sexta-feira, no entanto, aos finais de semana, o número volta a cair, com a redução de três viagens.

Já a 582 sofreu mudanças pela segunda vez. A linha ia até o Terminal Grajaú, mas no ano passado virou um circular e passou atendes usuários apenas dentro de Cipó-Guaçu. Agora, com a nova medida, sete viagens foram retiradas aos sábados.

Segundo o texto da petição, “a cidade está perdendo cada vez mais linhas sentido São Paulo” e que “se antes já era um caos pegar ônibus em horário de pico e aos sábados, agora será ainda pior”. Nas redes sociais, uma publicação de uma página questionando a medida já teve mais de 160 compartilhamentos e comentários.

A reportagem entrou em contato com a EMTU, que respondeu por meio de nota “que a reprogramação horária das três linhas citadas não trouxe prejuízo aos passageiros”.

Veja na íntegra:

A EMTU/SP esclarece que a reprogramação horária das três linhas citadas não trouxe prejuízo aos passageiros.

Os serviços 012 e 226 têm grande parte do itinerário coincidente e, com a reformulação, estão operando em horários intercalados.

Salientamos que a oferta diária das duas linhas somadas é de 14.800 lugares. Já a demanda média diária é de 7.930 passageiros. Aos sábados a oferta das duas linhas somadas é de 10.656 lugares contra uma demanda de 5.554 passageiros.

Essa redistribuição também teve como objetivo evitar acúmulo de veículos nos pontos durante os horários de pico, o que acabava causando atrasos na operação.

No caso da linha 582, a reformulação ocorreu devido à baixa demanda verificada em acompanhamentos realizados periodicamente pela EMTU/SP. A oferta atual aos sábados é de 1.110 lugares contra uma demanda diária de 114 passageiros.

 As alterações operacionais estão sendo monitoradas e, se necessário, passarão por eventuais ajustes.

Comentários