Em duas semanas, posto no Pq. Paraíso é assaltado três vezes; roubos são constantes na região

Por Redação | 25/04/2019

Um posto de combustível no Parque Paraíso, em Itapecerica da Serra, virou alvo constante de assaltantes. Só nas últimas duas semanas, o estabelecimento teve três roubos, todos cometidos por uma dupla que se reveza na hora da ação. E o número não para por aí, segundo funcionários, somente em 2019 já tiveram cerca de 15 assaltos no local. Outros estabelecimentos no bairro também tem sofrido com a situação. 

“Eles vieram muito agressivos dessa vez”, disse um funcionário. “Depois que rancou o dinheiro do rapaz, ele [o assaltante] voltou e falou um monte, apontou a arma para a cabeça  dele e depois desceu tranquilamente para a rua debaixo”, completou.

O primeiro roubo nos 15 últimos dias aconteceu na noite do dia 14 de abril. Um homem com blusa verde, capuz e uma calça jeans vai até o posto e anuncia o assalto. Ele age sozinho e a ação é flagrada pelas câmeras de segurança.

Já no dia 21 o assalto voltou a acontecer. Um outro suspeito usando a mesma roupa do assaltante anterior vai até o posto, ameaça os frentistas e leva o dinheiro. No dia 24, menos de 3 dias do segundo roubo, o mesmo assaltante do dia 14 volta usando a mesma blusa verde.

Além do posto, há relatos de outros estabelecimentos que também foram alvo da dupla. Esta semana, ainda segundo os colaboradores do posto, eles chegaram a assaltar uma padaria e uma papelaria no bairro. Eles se revezam nos crimes. Um dia vai o primero, no outro, vai o segundo, sempre usando a mesma blusa e o bone para evitar que o rosto seja registrado. 

A reportagem já chegou a noticiar duas vezes as ações dos criminosos na região, incluindo outros assaltos no posto. No dia 9 de março, um homem de blusa azul entrou armado no local. Menos de uma semana depois, no dia 12, o mesmo rapaz também rouba o posto, usando, desta vez, uma blusa branca. Ele foi flagrado nas duas vezes pelas câmeras de segurança.

Um dia depois do último assalto ao posto no mês passado,  um Hortifruti foi roubado pelo mesmo homem. Ele também estava armado e usava uma blusa preta com capuz. Já no dia 16, o alvo do suspeito foi um Pit Stop. 

Os criminosos também agem em bando. No dia 2 de março, pelo menos quatro homens em um Pálio chegaram no estacionamento de uma loja de materiais eletrônicos no bairro, como mostram imagens de segurança do comércio.

Eles rendem o proprietário e o obrigam a entrar em seu carro, um Montana, sendo acompanhado por um dos suspeitos, que senta no banco do passageiro. A vítima segue até sua casa, sendo seguido pelo Pálio. Na ação, foram levados 30 mil, o veículo do homem, além de celulares e eletroeletrônicos.

A Polícia Militar chegou a prender um deles no dia seguinte ao crime com o Pálio usado no roubo. O suspeito foi levado até a delegacia no momento em que a vítima elaborava o B.O. no DP, sendo reconheceu por ela como um dos autores do roubo. Seus pertences, porém, não foram recuperados.

A situação tem assustado tantos os moradores quanto os funcionários. No posto, alguns ameaçam pedir demissão, mas ainda permanecem no cargo “porque precisam do emprego”.

 

 

 

 

Comentários