Taboão fica acima da média estadual e tem 47% dos postos de trabalhos ocupados por mulheres em 2017

Por Redação | 12/04/2019

Indo na contramão da situação estadual, a cidade de Taboão da Serra teve  47% de seus postos de trabalhos ocupados por mulheres no ano de 2017, ficando à frente de Embu das Artes e Itapecerica da Serra. É o que apontam os dados da Fundação SEADE, que ainda não divulgou os índices consolidados de 2018.

Das 59 mil vagas geradas no ano, mais de 27 mil foram destinadas a mulheres no município. O índice chega a ser maior quando comparado com a média estadual, que das 13 milhões de vagas, apenas 5 milhões foram preenchidas por mulheres, número que representa 44% do total. 

Na região metropolitana, apesar de ter apresentado índices maiores que o do Estado, ainda há grande diferença entre postos de trabalho na questão de gênero. A média de contratações de mulheres ficou em torno de 46%. Das 7 milhões de vagas geradas, pouco mais de 3 milhões foram ocupadas pelo gênero feminino.

Na região, das três cidades analisadas, Itapecerica da Serra foi a que apresentou o segundo melhor desempenho, com 46%. As mulheres ocuparam 9 mil das 21 mil vagas geradas. Vindo na "lanterninha" está Embu, que teve apenas 17 mil mulheres empregadas no total de 42 mil postos de trabalhos criados, uma média de apenas 39%.

Comentários