Câmara acompanha parecer do TCE e aprova contas de Fernando Fernandes de 2014

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 10/04/2019

A Câmara Municipal decidiu acompanhar o parecer favorável do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) e aprovou as contas do prefeito Fernando Fernandes relacionadas ao ano de 2014. A votação aconteceu na sessão desta terça-feira, dia 9, e só teve dois votos contrários, o de André Egydio (PSDB) e do Professor Moreira (PSD).

Segundo o relatório do TCE, o Executivo investiu no ano analisado 26,23% de suas receitas no ensino, 100% no Fundeb, 71,35% na valorização dos profissionais do magistério, 39,67% com pessoal e na saúde 28.59%, ficando com um déficit de apenas 1,99%.

O vereador Ronaldo Onish, do SD, elogiou o orçamento da prefeitura e disse que “O TCE observou que a administração do Fernando Fernandes do ano de 2014 cumpriu com seus princípios [...], tanto assim teve votação unânime de todos os senhores conselheiros”.

Onishi ainda lembrou que na saúde o gasto foi o quase o dobro do mínimo permitido, que é de 15%. “Na saúde, como colocado aqui, em 2014, no mínimo de 15%, investiu 28,59%, e hoje investi 32% de seu orçamento [...] Saúde não se faz com discurso, faz-se com investimento e há anos o Governo o vem aumentando”, completou.

Eduardo Nóbrega, do PSDB, justificou seu voto conferindo total confiança no trabalho do Tribunal. “Sabemos o quanto o TCE faz de maneira apurada a análise das despesas realizadas pelo município e pela Câmara Municipal [...] e quando o parecer é favorável isso nos dá a certeza de que fizemos a ações corretas, cumprimos a legislação e atingimos a finalidade pela qual fomos eleito”, disse. “Como fiscalizador, fico feliz em verificar que Taboão da Serra se encontra com a sua capacidade financeira em dia”, finalizou.

O vereador Aparecido Alves, do DEM, também foi à tribuna e apontou que, com as contas aprovadas, o “Governo mostra que sempre trabalhou com toda lisura possível, buscando atender todos os quesitos de contas”.  “É só olhar a cidade, os índices na educação, na saúde, de todo o investimento que foi feito”, concluiu.

Comentários