Escorpiões deixam a população em estado de alerta; maternidade de Embu já registrou duas aparições

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 4/01/2019

O número de ocorrências envolvendo escorpiões tem deixado a população em estado de alerta em todo o país. No ano passado, até dezembro, segundo o Ministério da Saúde, mais de 90 mil pessoas haviam sido picadas. Na região, por exemplo, as aparições foram registradas duas vezes na maternidade de Embu em um mês.

O último caso aconteceu na segunda-feira, dia 31. Já o primeiro, aconteceu há um mês. As duas ocorrências têm preocupado e muito a população da cidade. Há relatos de aparições também em casas do bairro Jardim Saporito, em Taboão da Serra.

"Hoje pela manhã ao lavar o quintal da minha casa, encontrei um escorpião. Felizmente ele já estava morto, mas não quer dizer que estamos fora de perigo. Tenho bebê pequeno em casa e a atenção agora tem que ser redobrada. Peço a todos que tenham muito cuidado", pediu uma moradora do bairro em sua rede social, que encontrou o escorpião nesta quarta-feira. O risco de morte é ainda maior em crianças menores de 7 anos, já que o veneno liberado com a picada é muito forte. 

Nesta época do ano, segundo especialistas, os escorpiões começam a aparecer porque são obrigados a sair de seus esconderijos por causa das chuvas de verão e as presas que geralmente caçam, como baratas e aranhas, ficam mais ativas. Os aracnídeos, ainda segundo afirmam, conseguem viver em galerias de águas pluvias espalhadas pelas cidades.

Segundo dados divulgados pela Ministério da Saúde, com o passar dos anos, até agora, as aparições dos escorpiões têm aumentado. Em 2016, foram 91.701 casos em todo o país, com 120 mortes. Já em 2017, o número subiu para 124.903, ou seja, 36 % de ocorrências a mais. O de mortes foi para 143, um crescimento de 19%. Os números de todo o ano de 2018, porém, ainda não foram fechados.

Confira algumas dicas publicadas pela Folha de SP para evitar ocorrências com escopioões.

Como evitar escorpiões

- mantenha a tampa dos ralos internos na posição fechada e abra apenas para limpeza e enquanto estiver em uso

- coloque telas milimétricas nos ralos na área externa

- vede frestas nos muros, paredes e pisos

- vede a soleira das portas com rodinho ou rolinhos de areia

- não acumule entulho ou materiais de construção

- verifique se os espelhos de luz e pontos de fiação elétrica não apresentam frestas e vãos

- mantenha o ambiente limpo e organizado

- coloque o lixo em recipientes fechados

- mantenha a limpeza de jardins, sem acúmulo de folhas

- providencie a limpeza e o corte do mato em terrenos

Evite acidentes

- examine roupas e calçados antes de usá-los

- mantenha cama, sofás e berços afastados da parede

- mantenha lençóis, cobertores, cortinas sem contato diretamente com o chão

- use luvas grossas ao manusear materiais de construção, na limpeza de jardins ou outros materiais que possam servir de abrigo a escorpiões

Foi picado? O que fazer?

- procure imediatamente a unidade de saúde mais próxima.

- a referência na cidade de São Paulo no atendimento a acidentes com animais peçonhentos é o Hospital Vital Brasil (avenida Vital Brasil, 1500, no Butantã)

 

Comentários