/

Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Em Embu, 20 mil eleitores têm título cancelado por falta de biometria e não poderão votar nesta eleição

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 2/10/2018

biometria

Divulgação

 

Cerca de 20 mil moradores de Embu tiveram o título de eleitor cancelado e não poderão ir às urnas no próximo domingo, dia 7 de outubro, por falta de cadastramento biométrico. O município é um dos cem no Estado onde a biometria é obrigatória.

Com a decisão tomada pelo Supremo Tribunal Eleitoral (TSE), dos cerca de 181.821 eleitores de Embu, somente 161.821 terão direito efetivo ao voto. Em Itapecerica e Taboão da Serra, porém, não é necessário ter a biometria cadastrada para votar nestas eleições.

O cadastramento por impressão digital começou a ser feito em alguns municípios a partir de 2014, mas só passou a ser obrigatório em 100 deles nas eleições deste ano. Em Embu, o prazo para realizá-lo era ate dia 9 de maio.

A mudança adotada pelo TSE tem o objetivo de dar mais segurança ao processo eleitoral e evitar fraudes, isso porque com o noivo cadastramento é possível identificar uma pessoa por suas características biológicas, como a impressão digital, que é usada no RG, por exemplo.

Como não é possível realizar o novo procedimento em todos os municípios de uma só vez, a mudança será feita em ciclos. Após as eleições de 2018, uma nova etapa começará em outras cidades. A meta é instalar o novo sistema de identificação em todo o país até 2022.

Para saber a sua situação eleitoral, basta acessar o site www.tse.jus.com.br.

 

 

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.