Cresce o número de assassinatos de mulheres em São Paulo, aponta SSP

Por Redação | 15/06/2018

O número de homicídios de mulheres no estado de São Paulo cresceu 12%, segundo dados informados pela Secretaria da Segurança Pública (SSP). No ano de 2017, foram 529 mulheres vítimas de homicídio e em 2016, 474.

Dados da SSP tabulados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública revelam que 35% das mulheres assassinadas em 2017 no estado de São Paulo tinham idade inferior a 30 anos, ou seja: 185 das 529 vítimas apresentavam essa faixa etária.

A SSP disse, em nota, que desconhece o método empregado no estudo, porém afirma que o próprio Fórum, em publicação do Atlas da Violência 2018, apontou que São Paulo é o estado com a taxa mais baixa de assassinatos contra mulheres do país, sendo 2,2 casos para cada 100 mil habitantes.

Ainda de acordo com a SSP, uma ação de grande relevância é o projeto ‘Homem sim, Consciente Também’, que já foi implantado em algumas cidades do estado, inclusive em Taboão da Serra. O projeto tem como objetivo formar grupos de homens com traços de agressividade e vícios para dialogar sobre problemas e, desta forma, ajudar na reconstrução familiar e redução de ocorrências de violência doméstica.

 

Comentários