Delegado seccional convoca reunião para discutir índices de criminalidade em Taboão e Embu

Por JH Gonçalves - Especial para o Jornal Na Net | 7/06/2018

Após o aumento nos índices de criminalidade em Taboão da Serra e Embu das Artes, por dois meses consecutivos, o delegado seccional Dr. Antônio Sampaio, convocou reunião nesta quarta-feira, 6, para discutir e adotar medidas rápidas a fim de reduzir os índices de roubos na região. De acordo com a polícia civil, o roubo de telefone celular foi o crime que mais aumentou e impactou os índices de segurança. A seccional vai deslocar  policiais de outros municípios para reduzir a criminalidade nas duas cidades.

“Acabamos de pedir uma equipe de cada unidade para intensificar e apoiar em abordagens e bloqueios em especial nessa região onde está havendo um número maior de crimes. Entre os pontos que vamos atuar estão a Estrada Kizaemon Takeuti seguindo para Embu até a região da Rotary. Assim como a Polícia Militar irá intensificar o Choque e a ‘Operação Cavalo de Aço’ visando a abordagem de motos, já que  esses crimes são praticados por pessoas de motocicleta. Hoje mesmo estamos iniciando as operações em toda a região e essa semana a PM começa a intensificar a Operação Cavalo de Aço com o apoio da Polícia Civil e o Garra da nossa seccional. Vamos fazer ações com regularidade para melhorar os nossos índices criminais”, garantiu o seccional.

Participaram da reunião Dr. Flávio Luiz Teixeira (Delegado titular de Embu das Artes), Dr. Fábio Siqueira (Assistente da seccional e Delegado titular do 1° DP de Itapecerica), Dr. Christian Nimoe (Delegado titular do 2° DP de Taboão), Major Celso Marrone (Coordenador Operacional do 36° Batalhão) e o Capitão Marcelo Lorusso da 4° cia do 36° Batalhão.

Segundo um levantamento da secretaria de segurança a delegacia seccional de Taboão da Serra, que é responsável pelas cidades de Embu, Itapecerica, Embu-Guaçu, São Lourenço, Juquitiba e Taboão, uma região com mais de 740 mil habitantes, vinha em decréscimo de 10% nos últimos 10 anos e nos últimos 2 meses teve um pico. O crime mais praticado é o roubo de aparelhos celulares.

“Estávamos reduzindo os registros nos últimos 10 anos e agora houve esse leve pico, mesmo assim estamos trabalhando bastante, tanto que no mês passado tivemos a maior produtividade da CPAM 8 (Comando Policial da Área Metropolitana 8) que envolve também as cidades de Osasco e Carapicuíba. Contando os números de prisões realizadas, armas apreendidas, entorpecentes, flagrantes e crimes esclarecidos em geral. E com relação a produtividade da Polícia Civil em toda a região metropolitana de São Paulo que envolve 9 seccionais e cidades como Santo André, São Bernardo, Mogi das Cruzes, Guarulhos entre outras, estamos nos mantendo sempre em segundo e terceiro lugar”, disse o Dr. Antônio Sampaio.

“É importante frisar que o maior número de roubos são de aparelhos celulares, se o assaltante está levando essa quantidade de aparelhos é porque tem pra quem passar. Portanto, deve-se tomar muito cuidado ao adquirir ou em achar celulares, pois o cidadão flagrado com um aparelho de procedência duvidosa responde criminalmente por receptação de objeto roubado, inclusive já tivemos vários casos assim na região”, alertou o major Celso Marrone.

Ele explicou que existe um código para visualizar o IMEI do aparelho e que para visualizá-lo basta discar 06. “É bom anotar o IMEI e deixar em casa, pois em casos de roubo ou furto o proprietário deve informar para registrar no boletim de ocorrência e assim bloquear o aparelho e até mesmo facilitar a recuperação”, aconselhou o Dr. Christian

Comentários