/

Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Saúde

Aleitamento Materno: Embu das Artes é premiada pelo Ministério da Saúde

Por Assessoria de Imprensa Prefeitura de Embu das Artes | 21/05/2018

aleitamento1

Divulgação

Durante o V Congresso Paulista de Bancos de Leite Humano, realizado no Centro de Integralidade do Hospital do Servidor Público Estadual, em São Paulo, na última sexta-feira, 18, o secretário de Saúde de Embu das Artes, José Alberto Tarifa, recebeu das mãos do ministro da Saúde, Gilberto Occhi, as placas de certificação do programa Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil das unidades básicas de saúde Independência, Fátima, Pinheirinho, Eufrásio e Valo Verde.

Embu das Artes possui taxa de amamentação exclusiva aos seis meses de pouco mais de 50% - maior que a média mundial. O econhecimento se deu em junho do ano passado."Fomos a primeira cidade do Estado de São Paulo a receber essa certificação do Ministério da Saúde. O prefeito Ney Santos investiu e vem investindo muito em saúde e graças a isso já estamos sendo reconhecidos nacionalmente. Agradeço imensamente a participação e o envolvimento dos nossos funcionários, pois esse reconhecimento só foi possível graças ao empenho e dedicação de cada um deles.” – afirma Tarifa.

O Ministério da Saúde, em parceria com a Rede Global de Bancos de Leite Humano e o Programa Iberoamericano de Bancos de Leite Humano lançou, na ocasião, a campanha nacional “Doe Leite Materno, Ajude Quem Espera Por Você”. A campanha visa incentivar mães que amamentam a serem doadoras, ampliando o estoque de leite materno coletado e distribuído aos recém-nascidos prematuros e de baixo peso. Segundo Occhi, é necessário continuar incentivando a doação de leite materno para que outras mães possam ver seus filhos crescerem fortes e saudáveis.

O Brasil possui a maior rede de banco de leite do mundo. Atualmente, são mais de 200 bancos e 196 postos de coletas pelo país, além de coleta domiciliar. O modelo brasileiro é referência para cerca de 40 países. No entanto, consegue suprir apenas 60% da demanda para os recém-nascidos internados nas UTIS neonatais do Brasil, ou seja, 40% dessas crianças não conseguem se alimentar dele e, por isso, toda ajuda é bem-vinda.

Um pote de leite materno doado, por exemplo, é capaz de alimentar dez recém-nascidos internados por dia. Dependendo do peso do bebê, cerca de um mililitro já é o suficiente para nutri-lo cada vez que ele for alimentado.

As atrizes Maria Paula e Sheron Menezzes, embaixadora da Rede Global de Bancos de Leite Humano e madrinha da nova campanha, respectivamente, cumprimentaram o secretário pela premiação.

Quem pode e como doar leite

Toda mulher que amamenta é uma possível doadora de leite materno. Para doar, basta ser saudável e não tomar nenhum medicamento que interfira na amamentação.

As mães de Embu das Artes podem doar o seu leite para o Banco de Leite Humano do Hospital Geral de Itapecerica da Serra (HGIS) - Avenida Guacy Fernandes Domingues, 200. Telefones: (11) 4666-6066 ou (11) 4668-8988. A coleta pode ser feita em casa, basta entrar em contato com o Banco de Leite e os profissionais vão até a residência recolher o leite.

 

 

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.