Zoo do Parque das Hortênsias vai fechar após Justiça atender pedido do MP

Por Sandra Pereira | 12/08/2016

Amado pela população de Taboão da Serra o zoológico do Parque das Hortênsias vai ser fechado após decisão judicial que acolheu pedido do Ministério Público para a remoção dos animais que ainda restavam no local.  O declínio do zoo de Taboão começou há mais de 6 anos, com as sucessivas denuncias de maus tratos contra os animais, que acabaram resultando na remoção da leoa Helga, verdadeiro símbolo do zoo. Após a saída da leoa outros animais de médio porte também foram levados para santuários iniciando na prática o fechamento do zoológico municipal. 

Outro episódio lamentável na história do zoo de Taboão foram as mortes praticamente seguidas de felinos de grande porte e vários outros animais que causaram verdadeira comoção na cidade.

O pedido de fechamento do zoológico ocorreu porque os recintos dos animais não cumpriam as normas estabelecidas na legislação mais recente sobre o tema. O problema é que o zoológico do Parque das Hortênsias foi inaugurado na década de 80 e naquela época não havia as exigências atuais para manutenção de animais em recintos de zôos.

O Parque das Hortênsias é a principal área de lazer de Taboão da Serra. Durante os finais de semana recebe centenas de moradores de todas as partes da cidade e de toda a região. Os animais dentro eram conhecidos antigos dos visitantes do local. As crianças eram as mais entusiasmadas no encontro com os bichinhos que viviam por lá. Quem costuma visitar o parque ouve com frequência o lamento delas pela retirada dos animais. Também é comum ouvir gente repetindo que defendia a manutenção do zoo com o tratamento digno aos animais e não o fechamento do local. 

Apesar do fechamento do zoo o Parque das Hortênsias permanecerá aberto ao público. O prefeito Fernando Fernandes disse em coletiva recente de imprensa que seu desejo seria desenvolver no parque programa de educação ambiental. 



Comentários