Eleitor tem até quarta-feira (4) para tirar título e regularizar pendências

Por Assessoria de Comunicação | 3/05/2016

O prazo para que o eleitor resolva pendências com a Justiça Eleitoral e possa, assim, votar nas eleições de 2016, está chegando ao fim. Quarta-feira (4) é o último dia para tirar título de eleitor, transferir domicílio eleitoral e regularizar o documento cancelado por abstenção. No último final de semana (30 de abril e 1º de maio), os cartórios eleitorais de todo o Estado trabalharam em regime de plantão e receberam mais de 90 mil pessoas.

Alistamentos e transferências somaram 45% das demandas pelos serviços eleitorais nesses dias. O restante corresponde aos eleitores que procuraram os cartórios para atualizar o cadastro com a identificação biométrica, que ainda não é obrigatória no Estado de São Paulo.

Nos próximos dias, o sistema de agendamento está suspenso e os cartórios atendem os eleitores por ordem de comparecimento, das 9 às 18 horas. O Posto de Biometria Anhangabaú, instalado na Rua Dr. Falcão Filho, 123, segue o mesmo horário de atendimento e está apto a receber cerca de mil pessoas por dia, de todos os municípios paulistas.

Quem deve procurar os cartórios eleitorais
O alistamento eleitoral e o voto são obrigatórios para os maiores de 18 anos e facultativos para os analfabetos, para os maiores de 70 anos e para os maiores de 16 e menores de 18 anos. O jovem que completa 16 anos até 2 de outubro – data do primeiro turno – já pode solicitar o documento.

Para o primeiro título, o cidadão deve comparecer ao cartório eleitoral levando documento de identidade original e comprovante de endereço recente. Para os homens com idade entre 18 e 45 anos também é necessário apresentar o comprovante de quitação do serviço militar. 

Para a transferência, o interessado deve residir há pelo menos três meses no novo endereço. No cartório correspondente ao seu novo domicílio eleitoral, o eleitor deve apresentar documento de identidade original e comprovante de residência.

Os endereços dos cartórios podem ser consultados aqui.

Comentários