Autopista Régis Bittencourt realiza Simulado nesta segunda-feira

Por | 10/09/2010

A Autopista Régis Bittencourt, concessionária que administra a BR-116 de São Paulo a Curitiba realiza nesta segunda-feira, 13 de setembro, às 10h o 1º Simulado de Atendimento a Acidente com Produto Perigoso na Praça de Pedágio de São Lourenço da Serra, Km 299 da rodovia, sentido Curitiba. 

O atendimento será feito a partir da simulação do acidente envolvendo um caminhão transportador de álcool etílico e um automóvel particular que colidem lateralmente, próximo à válvula de escoamento da carga, danificando-a e ocasionando o vazamento do produto transportado. O condutor do carro de passeio sofre ferimentos e não consegue sair do veículo sozinho. Treinado para o transporte de produtos perigosos, o condutor do caminhão adota as ações de praxe nessa situação: sinalização da pista, utilização de equipamentos de proteção individual e comunicação do acidente à transportadora, responsável pela carga. Simultaneamente, a Concessionária e os órgãos envolvidos são acionados para o local do acidente para prestar o devido atendimento.


Na execução do simulado, a Concessionária será responsável pela sinalização, contenção do derrame, resgate de vítimas, remoção de veículos e limpeza do local. Além da equipe da Autopista Régis Bittencourt, o simulado contará com a participação da Polícia Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros, GEOTEC, ENSEG, Defesa Civil de Itapecerica da Serra, Defesa Civil do Estado de São Paulo, CETESB, Polícia Militar e Hospital Geral de Itapecerica da Serra (HGIS).

 
O 1º Simulado da Autopista Régis Bittencourt tem por objetivo: capacitar e treinar pessoas para atuar, juntamente com os órgãos responsáveis, no atendimento a acidentes envolvendo produtos perigosos; apresentar e treinar os procedimentos da Concessionária e dos órgãos envolvidos quanto à realização da ação, estabelecendo uma sequência correta e rápida para a preservação e a contenção do dano ao meio ambiente e do risco à saúde e mostrar os riscos dos acidentes e os recursos empregados pela Concessionária, Polícia Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros, CETESB e demais órgãos envolvidos.

Bloqueio para os usuários:

Para a realização do simulado, será necessário o bloqueio das duas cabines de cobrança automática (Sistema Sem Parar), três cabines de cobrança manual e da via extra larga à direita, todas no sentido Curitiba.  Outras nove cabines de cobrança manual estarão operando normalmente e os usuários do Sistema Sem Parar deverão efetuar o pagamento nas cabines do pedágio. O alerta aos usuários será feito por meio de painéis de mensagem variável (PMV) nas proximidades da praça de pedágio. Após o término do simulado, todas as vias voltarão ao funcionamento normal.

Com informações da assessoria de imprensa da Autopista.

Foto ilustrativa 

Comentários