Justiça determina e usuários ficam sem WhatsApp por 48 horas em todo País

Por Direto da Redação do Jornal na Net | 17/12/2015

Quem tentou enviar ou receber mensagens pelo aplicativo WhatsApp após as 00h desta quinta-feira, dia 17, não conseguiu isso porque uma decisão judicial bloqueou o considerado maior aplicativo de mensagens instantâneas por 48 horas. 

Isso mesmo, o tão utilizado aplicativo de comunicação ficará inativo por dois dias. Algumas pessoas na busca por usar o aplicativo descobriram outros programas que tornam o aplicativo ativo. Porém a recomendação é que aplicativos de bancos, dentro outros não sejam acessados devido a baixa segurança do programa, ou seja, muitos dados ficam expostos na rede. 

O Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil) informou que as empresas irão cumprir a decisão, sob pena de multa pela Justiça de São Paulo. A decisão foi tomada pela 1ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo. O autor da ação não teve sua identidade revelada.

As empresas de telefonia móvel TIM, VIVO, Claro e Oi foram obrigadas a cumprir a determinação. Os usuários de Nextel até então não mencionados na determinação também ficam sem o serviço nestes dois dias. Houve especulação que em rede Wi-fi o aplicativo funcioonaria porém não foi o que ocorreu, o aplicativo está bloqueado no Brasil para todos os usuários tanto em 3G e 4G como em rede Wi-fi.

Em fevereiro deste ano, houve uma tentativa de bloquear o aplicativo no entanto, um desembargador suspendeu a decisão e o WhatsApp continuou funcionando normalmente, porém agora a decisão foi cumprida. Os usuários não sabem ao certo o motivo pelo qual o aplicativo foi bloqueado, uma vez que corre em segredo de Justiça.

Comentários