Presos da Operação Redenção em Itapecerica começam a ir para os presídios

Por Direto da Redação do Jornal na Net | 1/12/2015

Os presos na Operação Redenção pelo desvio de R$ 2,5 milhões dos cofres públicos da Câmara Municipal de Itapecerica já começaram a serem transferidos para os presídios nesta terça-feira, dia 01 de dezembro. As mulheres foram levadas para o Centro de Detenção Provisória de Franco da Rocha. Já os homens sem curso superior e não vereador foram para o CDP Itapecerica, os demais vão para o CDP Pinheiros. 

Os 20 promotores da operação Redenção trabalharam junto com 200 policiais da Rota. Eles prenderam os vereadores Cícero Costa (PSDB),  Hércules da Farmácia (PMDB) e Cleber Bernardes (PMDB). O vereador Fabinho Gêmeos (PV) está foragido e o filho do vereador Cícero Costa, Rodrigo Costa, também foi preso.  Os ex-vereadores  José Maria Rosa, Tonho Paraíba e  Lombardi estão presos na Delegacia Central. A diretora geral da Câmara Sonia Valéria de Oliveira, assim como o ex-funcionários Jorge Issao Takada. Também estão presas mulheres identificadas como sendo Geisa, Valdirene, Delma, além do filho de Issao. 

As funcionárias Eduarda Rosana dos Anjos Silva e Fabiane Teles dos Santos confessaram participação nos desvios durante o ano de 2013, mas não foram detidas. Os depoimentos delas foram decisivos para a concretização das prisões. 

As prisões realizadas pelo Ministério Público juntamente com a Rota na última sexta-feira, dia 27 de novembro são resultado de uma investigação após apontamento do Tribunal de Contas que encontrou irregularidades no financeiro da Câmara Municipal de Itapecerica da Serra.

Comentários