Mutirão contra Dengue mobiliza funcionários da prefeitura em vários bairros de Taboão

Por Sandra Pereira | 1/03/2015

Funcionários da prefeitura de Taboão da Serra foram às ruas da cidade neste sábado, 28, numa ação articulada para combater o mosquito Aedes Aegipty, transmissor da Dengue. O mutirão de alerta e prevenção  denominado de “Combate a Dengue eu faço Parte” se estendeu a todos os bairros da cidade e contou com a participação de Secretarias, Coordenadorias, Defesa Civil, Cata Bagulho, Zoonoses e Vigilância Epidemiológica. As equipes orientaram moradores e distribuíram material didático sobre a doença. Na última semana a secretária de Saúde, Raquel Zacainner alertou para o risco de surto da doença na cidade – relembre aqui . Veja aqui fotos da ação.

As equipes da prefeitura mapearam Taboão em 29 micro setores. O alerta dado aos moradores abordados é de que o mosquito transmissor da Dengue ficou mais resistente e agora se reproduz em água suja, salgada e até no frio. Muitas pessoas se mostraram surpresas ao descobrir que a doença só é transmitida pela fêmea do Aedes Aegipty, que anestesia a pele antes da picada e só pica do joelho para baixo. Por conta disso, uma das orientações  para evitar a doença é usar calça comprida e passar repelente.

“Foi um alerta pra gente se prevenir. Esse papel que entregaram vai ajudar a gente a saber mais. Aqui em casa já estamos tomando cuidado e na vizinhança acho que o pessoal está mais atento e parou de deixar lixo na rua e coisas que acumulava água”, afirmou dona Maria de Fátima Santos da Silva, moradora da rua Santos Dias no jardim Scandia.

Seu Wilson Marques de Azevedo mora na rua Luis de Queiroz, no jardim Panorama. Ele recebeu as orientações da equipe da prefeitura que atendeu o bairro com entusiasmo. Ele observa que a iniciativa foi importante para alertar e conscientizar quem ainda teima em descumprir as orientações que visam impedir a proliferação do mosquito que transmite a Dengue. 

“Todas essas orientações são importantes e todo mundo tem que participar. As pessoas precisam estar atentas para os riscos”, ensinou.

As equipes da prefeitura receberam diversas queixas de moradores sobre caixas de água descobertas, terreno baldio, entulho e locais onde a larva do mosquito pode se reproduzir.

As equipes que estiveram na linha de frente do combate a Dengue fizeram balanço positivo da receptividade dos moradores. Alguns deles relataram ter havido resistência em algumas casas, especialmente naquelas em que os moradores ainda teimam em descumprir as orientações que visam impediam a reprodução do mosquito que transmite a doença.

Comentários