Casa de repouso Rancho do Sossego em Itapecerica é interditada por maus tratos de idosos

Por Direto da Redação do Jornal na Net | 23/02/2015

A casa de repouso Rancho do Sossego, localizada no bairro da Lagoa, em Itapecerica da Serra foi interditada e lacrada na manhã desta segunda-feira, dia 23, cerca de 48 idosos sofriam maus tratos e estavam em situação de abandono no local. As proprietárias Adriana Marciel dos Santos e Maria Aparecida de Assis foram presas em flagrante e deverão responder pelos crimes de maus tratos, previsto por lei. Veja fotos.  

O Rancho do Sossego já havia sido notificado anteriormente. Nesta averiguação foram encontrados 48 idosos em um ambiente improprio, sendo encontrados medicamentos e alimentos vencidos, vasos sanitários entupidos com fezes, chuveiro com afiação exposta, um lago sem proteção e alguns idosos foram encontrados jogados no chão.  

O local funcionava de forma irregular e foi descoberta as condições de funcionamento após força tarefa que esta sendo feita para averiguar todas as casas de repouso para idosos da região. Segundo o promotor do idoso, Richard Gantos Encinas, a operação conta com a atuação do Ministério Publico, Vigilância Sanitária, assistentes sociais e técnicas da Secretaria de Inclusão Social, procuradora do município Dr. Karen além da Polícia Militar, Civil e Guarda Civil Municipal. 

O promotor Richard Gantos Encinas, falou ao Jornal na Net, que a intenção é averiguar todas as casas de repouso e passar um pente fino tanto nas condições do local como nas documentações de funcionamento, essa força tarefa vem com o objetivo de oferecer condições favoráveis para os idosos. Itapecerica da Serra é conhecida pelas inúmeras casas existentes neste formato de serviço e o promotor avalia como positiva a ação, uma vez que essa é a segunda casa interditada em menos de 15 dias - relembre aqui o outro caso. 

"Verificamos aqui a questão de abandono extremo de potencialidade nociva aos idosos e acionamos a Policia Civil, duas presas em flagrante, casa interditada e 48 idosos removidos em situação de abandono", disse Encinas. 

De acordo com a Conselheira da pessoa idosa, Valéria Maria Xavier, o primeiro passo será verificar se o idoso tem família e tentar inseri-lo no convívio familiar. Caso não tenha juntamente com a secretaria do município os órgãos competentes vão providenciar um abrigo. 

As proprietárias foram conduzidas para a Delegacia de Polícia de Itapecerica da Serra, onde será lavrado o boletim de ocorrência. As acusadas responderam pelos crimes de maus tratos, além de retenção dos cartões de benefícios dos idosos. 

Comentários