Calor e chegada da chuva aumenta necessidade de combater focos da dengue

Por Sandra Pereira | 7/12/2014

O calor e a chegada da chuva trazem de volta o risco de aumento dos casos de dengue. Por conta disso todos devem estar atentos para o combate aos focos de proliferação do mosquito que transmite a doença. Na luta contra a dengue é essencial que os moradores façam a sua parte e o poder público se prepare para o enfrentamento da doença. Esse ano Taboão da Serra sofreu duas mortes em decorrência da dengue. Centenas de casos foram notificados e investigados. Em Embu das Artes o número de casos também foi grande e em Itapecerica houve poucos registros. Em Taboão mesmo no inverno houve registro de casos de dengue segundo a secretária de Saúde, Raquel Zacainner.

“É importante as pessoas lembrarem que a dengue pode acontecer sempre. Esse ano, inclusive, não houve a parada da transmissão da dengue que sempre acontece no inverno mesmo tendo reduzido drasticamente o número de casos, ainda tivemos ocorrências de casos de dengue em toda a grande São Paulo. Então é fundamental que as pessoas redobrem os seus cuidados, já que a prefeitura está fazendo sua parte”, afirma a Raquel Zacainner.

De acordo com ela a prefeitura realiza o bloqueio das casas em torno de imóveis considerados suspeitos de dengue,  nebuliza  as ruas e as equipes continuam fazendo o trabalho casa à casa e orientando as pessoas.

“Todo mundo tem cuidar para não deixar acumular água, cuidar do lixo em torno de casa, não deixar água parada em hipótese alguma, que além da dengue temos ai a chikungunya (febre) que é transmitida pelo mesmo mosquito”, orienta a secretária.   

Comentários