Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Transporte e Trânsito

Superintendente diz que DNIT pode construir viaduto no São Judas

Por Sandra Pereira | 2/10/2013

essa

Sandra PereiraVereadores receberam o superintendente do DNIT Ricardo Madalena na sessão

O superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT), Ricardo Madalena, esteve em Taboão da Serra nesta terça-feira, 01, e garantiu que o órgão poderá viabilizar a construção do retorno na região do Jardim São Judas caso à Agência Nacional de Transporte e Terrestre (ANTT) não consiga realizar a obra. Ele visitou ao lado do prefeito e uma comitiva de vereadores o km 276 onde estava previsto inicialmente o viaduto que foi levado para  o km 277 da Régis Bittencourt. Madalena disse que a vistoria comprovou a necessidade do viaduto de retorno e garantiu que vai apoiar a construção. Nesta quarta-feira, 2, técnicos do DNIT e da prefeitura vão fazer estudo de viabilidade do retorno no km 276.  

“Se depender de mim Taboão vai ter essa obra. Fiquei 20 minutos parado no trânsito. Vi a necessidade da obra. Estou aqui a pedido do ministro do Transporte e a convite do presidente da Câmara, se depender de mim a cidade terá essa obra”, afirmou Ricardo Madalena. “Caso a ANTT e a concessionária não resolvam essa situação nós poderemos construir essa alça se houver anuência do Ministério”, completou. 

O superintendente garantiu que o DNIT dispõe de recursos para investir em obras de infraestrutura, desde que haja previsão orçamentária. Segundo ele o orçamento desse ano do órgão é da ordem de R$ 15 bilhões. “Hoje o viaduto não está no orçamento mas pode entrar. A obra é prioritária para a cidade. O DNIT pode executar essa obra desde que tenha anuência da ANTT e da concessão”, observou. 

Ricardo Madalena participou da sessão desta terça-feira na Câmara e ouviu relatos dos vereadores sobre a viagem à Brasília na última semana para solicitar a construção do retorno no km 276. Relembre aqui e aqui.

 Sobre a pauta de municipalização da Régis Bittencourt em Taboão da Serra Ricardo Madalena admitiu que a medida poderá trazer benefícios à cidade e citou como exemplo o caso recente de um trecho municipalizado em Aparecida. 

 “É a administração municipal quem melhor conhece os problemas da população local, então nada mais justo do que  municipalizar. Agora o que pode ser feito é adotar um modelo bem sucedido. Tem que tratar isso com a ANTT e a concessionária”, alertou. 

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.