Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Transporte e Trânsito

Prefeito de Taboão faz balanço positivo da viagem à Brasília para pedir retorno no km 276

Por Sandra Pereira | 27/09/2013

FF450

Arquivo Jornal na Net Prefeito disse que argumento para viabilizar retorno no km 276 é a quantidade de pessoas beneficiadas

O prefeito Fernando Fernandes voltou de Brasília otimista em relação à possibilidade de  construção de um retorno no km 276, da rodovia Régis Bittencourt, conforme consta na primeira versão do Programa de Exploração da Rodovia (PER) aprovado pela ANTT. Nos próximos dias a cidade vai receber a visita de técnicos do DENIT que vão vistoriar o local e realizar um estudo técnico para verificar a viabilidade da obra. O prefeito esteve em Brasília nesta quarta-feira, 25, e participou de reunião com técnicos do DENIT e o senador Antônio Carlos Rodrigues, além de vereadores da cidade. O retorno previsto para o km 276 foi transferido em 2011 para o km 277,600. 

“Tanto eu quanto o senador queremos um estudo mais abrangente levando em conta inclusive a estatística populacional das pessoas beneficiadas em cada um desses locais. Entendemos que o retorno no 276 atende uma quantidade muito grande de pessoas enquanto no 277 beneficia um pequeno grupo de empresários”, explicou o prefeito ao Jornal na Net.

Fernando Fernandes acredita que a densidade populacional das imediações do km 276 da Régis Bittencourt, que dá acesso aos  bairros do São Judas, Margarida, Indiana, Salete, Saint Moritz e região do Pirajuçara, será o argumento capaz de assegurar a construção do viaduto no local, conforme  previsão inicial.  

“A ida à Brasília foi um passo importante porque conseguimos o apoio do senador, tivemos a oportunidade de conversar com os deputados e encontrar lideranças importantes como o meu amigo Aécio Neves”, contou. 

Otimista em relação ao assunto o prefeito disse que após a visita in loco dos técnicos vai encaminhar documentação ao Ministério de Transportes para que seja viabilizada a obra no km 276. Ele afirma que apesar no local já está situado na cidade vizinha de Embu é o mais apropriado para atender aos moradores de Taboão e garante que o município vai realizar as obras viárias necessárias para absorver o tráfego dos veículos que utilizarem o retorno.   

“Não quero entrar no mérito se o retorno é nosso ou deles, mas é inegável que no Km 276 a quantidade de pessoas beneficiadas é superior a qualquer outro local”, disse.

Municipalização

O prefeito Fernando Fernandes disse que durante a reunião em Brasília aventou a possibilidade do município  assumir a gestão do trecho da Régis Bittencourt que corta a cidade. Ele acredita que a municipalização seria uma alternativa para  minimizar os transtornos do trânsito caótico em Taboão, já que seria possível realizar intervenções em ambos os lados da rodovia. Durante os últimos quatro anos do seu governo o ex-prefeito Evilásio Farias “brigou” pela municipalização da Régis. Desistiu na hora de assinar o contrato, após constatar o elevado custo que a administração teria. 

“Para nós a integração da BR nos dois sentidos seria positiva. Essa é uma discussão que a gente pretende fazer em outro momento”, disse. 

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.