Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Presidente do PMDB de Embu responde a vereadores e provoca debate

Por Sandra Pereira | 20/08/2013

fabinho_1

Arquivo do Jornal na NetPresidente do PMDB saiu em defesa da secretaria de Trânsito e criticou vereadores

As críticas feitas pelos vereadores ao secretariado de Embu das Artes durante a sessão da quarta-feira, 14, movimentam desde então os bastidores da política local. Uma das reações mais firmes partiu do presidente municipal do PMDB, Fábio Pereira, que utilizou o campo de comentários do Jornal na Net para rechaçar e rebater as críticas feitas ao irmão e secretário de Trânsito e Transporte da cidade, Francisco Carlos  Pereira, o Kal, citado nominalmente nas críticas feitas pelos vereadores embuenses. Rembre aqui.  

 Veemente, e algumas vezes em tom irônico, o presidente do PMDB de Embu das Artes  comentou no dia seguinte à publicação da matéria que Kal) “atende a todos os vereadores de forma congênere”. Ele alegou não poder aceitar “a forma vil com que foi falado em relação ao que faz ou deixa de fazer a secretaria de Trânsito. Citando nominalmente os vereadores Edvânio Mendes e Doda, alegou que “ambos mais do que ninguém deveriam saber as condições da secretaria de Trânsito e das demais.

“O PMDB defende as políticas feitas por pessoas desprovidas de rancores e má fé, todavia não vai se calar diante de pessoas má intencionadas. Portanto em nome da governabilidade os fatos exigem paciência e capacidade de alinhavar interesses múltiplos e contraditórios, e exigem do governo uma postura enérgica em relação aos fatos. Mas, sobretudo, chegar a um denominador comum, o que não está fácil”, comentou o presidente na primeira postagem.

Rebatendo aos questionamentos do presidente municipal do PMDB o presidente da Câmara de Embu das Artes, Sandoval Soares Pinheiro, o Doda, alegou existirem  questionamentos que não merecem resposta, mas disse não poder se calar diante do “comentário medíocre e maldoso do Sr. Fábio Pereira”. Doda pontuou que quem está exercendo função pública deve estar preparado para receber críticas e elogios. Também disse que para opinar sobre a fala desse ou daquele vereador, é necessário no mínimo participar da sessões na Câmara.

 “Há tempos não vejo o Sr. Fábio Pereira participar da Sessão da Câmara e por último, quando discuto um problema ou mesmo aponto uma falha em qualquer secretaria, é bom que saibam que represento o povo e somente o povo e não interesses múltiplos e contraditórios... E pra finalizar, o PT tem essa característica, criticar ele mesmo, isso nos faz crescer e ir em busca da excelência. Um abraço sr. Fábio Pereira”, escreveu o presidente da Casa.

Quem também respondeu ao presidente do PMDB local foi o vereador Edvânio Mendes. Ele disse que como cidadão e admirador da biografia política do PMDB viu com satisfação e preocupação o comentário do presidente. “Nossa satisfação é por perceber sua preocupação com a democracia e a lealdade. Todavia permito-me no exercício de minha condição de representante da comunidade, eleito no exercício da democracia para defender e fiscalizar o executivo, ponderar algumas colocações de seu comentário rancores e má fé do qual não faço parte e não compactuo e o senhor foi infeliz na sua colocação, e medíocre”, disparou. 

Edvânio disse que na democracia pessoas exercitando a cidadania, divergem, discutem e convergem atendendo sempre o interesse da maioria. “É assim que o PT governa a cidade e o país. Podemos observar a atuação do próprio PMDB em Brasília onde a presidente Dilma-PT tem o partido em sua base de apoio e em muitos assuntos ocorre a divergência, mas sempre para apresentar à nação a melhor maneira de governar o país”, completou.

Após os comentários dos vereadores o presidente do PMDB respondeu com ironia recorrendo ao dicionário para expor o significado da palavra medíocre, utilizada pelos parlamentares para descrever seu primeiro comentário no Jornal na Net

Após breve descrição ele disse estar aliviado. Falou não ter a intenção de postar um texto de elevado nível intelectual, e sim apenas explicitar sua indignação. 

“Todavia senhores vereadores, assim como os questionamentos dos senhores não foram feitos no local ideal, aqui também não é o fórum para que eu entre em tréplica. Porem no momento certo e no fórum ideal colocaremos nossas posições, as quais serão analisadas e ponderadas de forma responsável”, avisou.

18/10/2017

Taboão teve sessão histórica para as mulheres e com aprovação de leis

O grito silencioso das mulheres vítimas de violência ecoou com força e fez da sessão desta...

17/10/2017

Reforma eleitoral abre espaço para propaganda paga em sites

A reforma eleitoral, aprovada no Congresso Nacional e sancionada recentemente pelo presidente...

15/10/2017

Ney Santos fará reforma no governo de Embu, João Ramos deixará prefeitura

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos (PRB) vai anunciar nos próximos dias uma reforma...

13/10/2017

Câmara Municipal aprova reajuste de abono para servidores

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram na última terça-feira, dia 10, por unanimidade, um...

11/10/2017

Convenção realizada no domingo elegeu novo diretório do PSDB de Itapecerica

O diretório municipal do PSDB de Itapecerica da Serra realizou, no último domingo (8 de...

11/10/2017

STF deve decidir hoje se Congresso pode rever medidas contra parlamentares

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve decidir hoje (11) se parlamentares podem ser afastados do...

11/10/2017

Analice intercede por liberação de recursos para Embu das Artes

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos e a deputada estadual Analice Fernandes participaram de...

10/10/2017

Ney Santos lança Cartão Cidadão prometendo economia de recursos públicos

Anunciado como a maior ferramenta de gestão tecnológica de dados de toda a região, o Cartão...

10/10/2017

Parecer do relator de denúncia contra Temer deve ser lido nesta terça

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.