Vereadores de Itapecerica voltam a criticar empresa de iluminação pública Engeluz

Por Direto da Redação do Jornal na Net | 22/10/2014

Os vereadores da Câmara Municipal de Itapecerica da Serra criticaram novamente o mal serviço prestado pela empresa de iluminação pública Engeluz. De acordo com os edis, os bairros estão com iluminação acesa durante o dia e no período noturno em completa escuridão. Os moradores precisam conviver diariamente com o medo de assaltos em decorrência da escuridão nos bairros. 

O vereador Antônio Trolesi (PTB) subiu a tribuna para endossar as criticas iniciadas pela vereador Sangue Bom (PDT) contra a empresa, que de acordo com eles não realiza manutenção, deixando o município em completa escuridão. O vereador Jonas Feijó (PSD) salientou que o Jardim Jacira está sem iluminação pública há muitos dias e pede uma posição da empresa responsável. 

A sessão realizada nesta terça-feira, 21, também contou com as críticas do vereador Pastor Ernandes (PT) contra o ex-prefeito Erlon Chaves. Ernandes rebateu denúncias e ofensas que de acordo com o parlamentar foram postadas na rede social (facebook) de Chaves. Ele utilizou da segunda parte da sessão para afirmar que o ex-prefeito precisa de Deus no coração e não denegrir a imagem dos outros. Cita trechos do vídeo publicado e questiona Erlon Chaves com relação a esposa e filhos do ex-prefeito e também alegando que não é pseudo vereador. O vídeo foi publicado na página pessoal de Erlon Chaves e possui pouco mais de 2 minutos. 

Também foram votados e aprovados requerimentos para que fossem encaminhados ao Poder Executivo. O projeto de lei 1574/2014 com a alteração do parecer 105/2014 por solicitação do vereador Hercules da Fármacia (PMDB) foi retirado e a discusão do mesmo adiado por 10 dias. O PL prevê doação de espaço para construção de um CDP (Centro de Detenção Provisória) em Itapecerica da Serra. 

A sessão terminou de forma alterada. Os minutos a mais concedidos para que o vereador Jonas Feijo concluísse sua fala gerou confusão, uma vez que o vereador Sangue Bom quis utilizar do mesmo direito para falar também minutos a mais na tribuna. As discussões com relação ao regimento interno da Câmara Municipal é recorrente nas sessões e em certo momento já foi até cogitada uma alteração no regimento base da casa de leis.  

Comentários