Vereadores de Embu votam a favor da redução de cargos em comissões

Por | 25/09/2013

Em sessão rápida e sem grandes discussões os vereadores de Embu das Artes aprovaram por unanimidade de votos e a toque de “caixa” projetos de Leis do executivo, na noite desta quarta-feira (25). Após cinco minutos de reunião, em sala fechada, eles retornaram para a plenária e decidiram pela redução e extinção de cargos em comissões para que, além de garantir o dissídio, os servidores recebam o pagamento do 13º salário no final do ano.

Os vereadores aprovaram ainda, o projeto que garante o dissídio, repasse do pagamento em quatro vezes aos servidores. “Ao final da última parcela que será dia 5 de janeiro, o prefeito vai reavaliar a perda do período de setembro a janeiro e vai enviar um novo projeto de lei para que a gente vote as perdas”, explicou o presidente da Casa, Doda.

Os edis votaram favoráveis também, mas sem ao menos discutirem, ao decreto legislativo, de autoria da mesa da Câmara que dispõe sobre o reajuste dos vencimentos e salários dos servidores do Poder Legislativo e Executivo em 1,52% até dezembro deste ano. Eles foram a favor ainda da Lei que garante a realização de audiência pública com objetivo de discutir o repasse do Fundeb. “Embu é a 1ª cidade da região metropolitana que discutirá o repasse em audiência pública”, afirmou o petista Doda.

O vereador Carlinhos, na primeira parte da sessão, acabou cobrando a prefeitura a fim de conhecer o prazo da obra na avenida Rotary. Como justificativa ele disse ter sido cobrado por munícipes e ainda ter presenciado um acidente no local, dias atrás. Doda, por sua vez explicou que as obras tiveram problemas ambientais e que devem ser retomadas em breve.

Comentários