Homicídios aumentam e roubos tem queda em Taboão

Por | 28/08/2012

A cidade de Taboão da Serra registrou nestes primeiros sete meses do ano de 2012, 26 homicídios dolosos (com intenção de matar), 18 a mais que no mesmo período de 2011. Com a estatística, divulgada pelo portal da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP/SP), a cidade ultrapassou a taxa de 10 mortos por 100 mil habitantes, taxa recomendada pela Organização das Nações Unidas (ONU).

De janeiro a julho de 2012, o município registrou 616 casos de roubo a veículo, enquanto no mesmo período, em 2011, foram 506 casos, 110 a menos. Os crimes de furto e, a veículos seguiram a mesma tendência de aumento. No primeiro caso foram registrados 967, um a mais do que no ano passado, furto a veículos 450 para 420, 30 a mais, que no mesmo período de 2011.

Os crimes de roubo de carga, estupro e tráfico de entorpecentes também registram aumento. O primeiro passou de 32 em 2011, para 40 este ano – crescimento de oito casos. O estupro seis casos a mais do que em 2011 (56 para 50) e tráfico de entorpecente 69 para 31 – 38 flagrantes a mais neste ano.

O único crime que registrou queda se comparado ao mesmo período do ano passado, foi o roubo com 136 casos a menos, uma vez que segundo a estatística o crime foi registrado 1.230 vezes em 2012 e 1.366 em 2011.

Itapecerica da Serra por sua vez, contabilizou 15 homicídios culposos, um a mais que no ano passado. Os roubos também registraram alta no período de janeiro a julho deste ano 200 para 179 em 2011, treze casos a mais. Roubo a veículos o aumento foi de vinte casos (200) em 2012 e 179 em 2011. Neste ano, os dados mostram que foram registrados 70 roubos de cargas e 52 no ano passado, 18 a mais.

O furto também registrou aumento de 151 casos, 577 em 2012 e 426 no ano passado, mesma tendência para o estupro sete registros a mais que no mesmo período de 2011 (30 para 23).

Os crimes de furto a veículo e tráfico e entorpecente registraram queda em Itapecerica. O primeiro de dezessete casos, 102 neste ano e 119 em 2011 e o tráfico 69 para 71 no ano passado, uma diminuição de dois flagrantes.

Comentários