Passaporte da vacina será exigido na cidade de SP para todos os eventos a partir de segunda-feira, 10

Por Natália Bassi | 7/01/2022

A Prefeitura de São Paulo, após aumento nos casos de covid-19 e a disseminação da variante Ômicron na cidade, informou que a partir de segunda-feira (10) todos os eventos no município só poderão ser frequentados por pessoas que apresentarem o passaporte da vacina. A medida vale para eventos públicos ou privados, independente da quantidade de pessoas.

Anteriormente, o comprovante de vacinação que atesta que a pessoa tomou as duas doses do imunizante contra o coronavírus, só era exigido em eventos com mais de 500 pessoas. No entanto, com o cenário de instabilidade e aumento das internações, o prefeito Ricardo Nunes (MDB) salientou que é necessário cautela.

“Tínhamos um protocolo inicial que apontava que eventos com mais de 500 pessoas deveriam exigir o passaporte. Estamos fazendo essa alteração em função do quadro epidemiológico que a cidade vive hoje. Enquanto existir esse quadro de ascensão da ômicron na cidade, vamos exigir para qualquer evento a necessidade do passaporte”, afirmou o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido.

A decisão não se aplica a bares, restaurantes, museus e cinemas.

Comentários