Mudanças abruptas na temperatura impactam na saúde dos moradores de Taboão e região

Por Natália Bassi | 15/09/2021

Nos últimos meses, as temperaturas vêm oscilando de maneira notável. Em uma uma única semana, moradores de Taboão, Embu e Itapecerica enfrentaram calor intenso e frio rigoroso. A mudança repentina de clima tem impacto preocupante na saúde da população que sofre com problemas respiratórios, doenças alérgicas e também virais.

Na segunda (13) e na terça (14), as temperaturas ultrapassaram os 30ºC. No entanto, a partir desta quarta-feira (15), uma nova frente fria chega ao estado derrubando as temperaturas. Por esse motivo, na sexta-feira (17), a mínima pode chegar aos 16°C.

A variação do calor e do frio em uma estação do ano em que são esperadas baixas temperaturas faz com que o organismo sofra algumas consequências. Durante o inverno, automaticamente, o corpo é preparado para produzir mais energia e, assim, se manter aquecido.

No entanto, de um dia para outro, essa situação vem mudando, já que as temperaturas estão aumentando em uma velocidade nunca antes vista. A mudança abrupta faz com que o organismo tenha que se reorganizar e deixar de produzir tanta energia. Porém, na velocidade com que isso vem sendo feito, o sistema imunológico diminui o seu nível de proteção. Com isso, o risco de desenvolver doenças é grande.

Nariz escorrendo, tosse seca, falta de ar e espirros são alguns dos sintomas mais comuns. Por isso, é recomendado tomar alguns cuidados para que os impactos sejam os menores possíveis.

Os médicos alertam para a necessidade de sempre manter a hidratação em dia, higienizar o nariz com soro fisiológico pelo menos 3 vezes em um período de 24 horas e manter o ambiente com umidade em dias muito quentes. Para isso, caso não exista um umidificador ao alcance, é possível encher uma bacia de água e deixar no cômodo.

Comentários