Allana: a bebê que precisa passar por uma cirurgia de R$600 mil para respirar sozinha

Por Natália Bassi | 3/09/2021

Allana, uma bebê de apenas um ano e nove meses, precisa passar por um procedimento de R$600 mil para ter a sua vida salva. Nascida prematura, ela foi operada com meses de vida e, desde então, vive com uma cânula de traqueostomia para conseguir respirar. Seus pais fizeram uma vakinha online (https://www.vakinha.com.br/vaquinha/todos-pela-allana-sergio-miloch-de-laia) para arrecadar o valor necessário para a cirurgia. Aflitos, eles pedem ajuda para que a criança possa ter uma vida normal.

A história de vida de Allana

Allana enfrenta barreiras desde que nasceu e luta contra o tempo para poder levar uma vida normal e sem sofrimento. A bebê de um ano e nove meses nasceu prematura com 26 semanas e veio ao mundo pesando somente 530g. Após cinco dias, o seu peso diminuiu ainda mais, chegando a 420g. Com uma situação de risco e um diagnóstico não favorável, a menininha foi desacreditada pelos médicos, que achavam que ela não seria capaz de se recuperar.

Apesar de tão pequena, o seu espírito de guerreira contrariou até mesmo a medicina. Internada durante 07 meses em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal, a bebê sobreviveu, mas precisou passar por diversos procedimentos cirúrgicos devido às complicações que foram aparecendo no meio do caminho.

Allana ficou 42 dias sedada após ter hemorragia intracraniana grau 3 e 4, múltiplas fraturas nas pernas, braços e costela. Sua alergia à proteína do leite de vaca, dificultou que ela ganhasse peso. Além disso, intubada por 05 meses, a bebê precisou passar por uma cirurgia de traqueostomia para conseguir respirar sem a ajuda de um aparelho.

Hoje, a pequena vive uma rotina difícil que inspira cuidados intensos dos seus pais. Por conta da traqueostomia, que ainda usa para respirar, ela precisa ter a traqueia aspirada com certa frequência. O procedimento é doloroso e extremamente desconfortável. Em determinadas situações, durante as aspirações, o sangue sobe e machuca ainda mais a bebê. Allana também não fala e não emite qualquer som desde que nasceu.

Em julho deste ano, ela precisou passar por outro procedimento cirúrgico para evitar maiores comprometimentos às cordas vocais devido a cânula que está em sua garganta.

Allana precisa retirar com urgência a traqueostomia. Por ser um caso muito grave, as 09 operações terão que contar com o trabalho de uma equipe médica extremamente especializada. A cirurgia de traqueosplatia é hoje realizada somente por uma médica em todo o país.

No procedimento é retirado um enxerto da cartilagem da costela dela e, com ele, se faz a reconstrução da traquéia onde está a estenose. A cirurgia é de risco, mas é a única chance de Allana falar e respirar sozinha.

A família precisa lutar contra o tempo e arrecadar R$600 mil. Quanto mais os dias se passam, menores são as chances de recuperação da menina. Além disso, se a traqueosplatia não for feita, ela pode apresentar complicações ainda mais graves.

Para ajudar Allana, seus pais fizeram uma vaquinha online que pode ser acessada no link https://www.vakinha.com.br/vaquinha/todos-pela-allana-sergio-miloch-de-laia. Qualquer valor é bem-vindo para auxiliar no tratamento da menina.

Sua mãe, que montou a vaquinha virtual, afirma que somente com a ajuda das pessoas ela será capaz de salvar a vida da filha. “Conto com a ajuda de todos, seja doando, seja orando, seja rezando ou compartilhando. É um coração de mãe que está aflito e tentando apenas uma vida normal para filha. Muito obrigada e participe desta corrente”.

Comentários