Em Itapecerica, 06 escolas estaduais terão ensino integral em 2022

Por Natália Bassi | 21/07/2021

Itapecerica da Serra, assim como Taboão e Embu, também foi contemplada pelo Programa de Ensino Integral (PEI). A partir do ano que vem, 06 escolas estaduais da cidade passarão a ter maior carga horária. O projeto do Governo do Estado que contempla 778 escolas da rede pública, de 118 cidades, tem como intuito melhorar a qualidade de ensino. Com maior tempo de frequência na escola, os alunos poderão adquirir mais conhecimento.

Na cidade, o programa será aplicado na EE Asa Branca da Serra, EE José Silveira da Motta, EE Leda Felice Ferreira , EE Lucia Akemi Miya, EE Isabel a Redentora e EE Jardim Montesano.

“Isso é uma vitória da educação. Tempo integral para tudo: para o aconchego, o ensino, o estudo, a alimentação e formação de uma nova geração de brasileiros”, disse o governador do estado, João Doria durante anúncio que aconteceu no Palácio dos Bandeirantes.

Sobre o PEI

Criado em 2012, o PEI potencializa a melhoria da aprendizagem e o desenvolvimento integral dos estudantes, nas dimensões intelectual, física, socioemocional e cultural, por meio de um modelo pedagógico articulado a um Modelo de Gestão.

No primeiro, são trabalhadas práticas pedagógicas, como Tutoria, Nivelamento, Protagonismo Juvenil com Clubes Juvenis e Líderes de Turma, além de componentes curriculares específicos, como Orientação de Estudos e Práticas Experimentais, que potencializam a formação integral do estudante a partir do seu Projeto de Vida.

O segundo permite o planejamento, desenvolvimento e acompanhamento das ações pedagógicas, de maneira estruturada.

IDEB e alcance

Os investimentos na jornada integral refletem em melhores notas no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) já no primeiro ano de implantação do programa.

O crescimento de alunos atendidos pela iniciativa também é destacado por Rossieli. “Em 2019, eram 135 mil estudantes nas 417 PEIs. Em março deste ano, saltamos para 437 mil alunos, um crescimento de 224%”.

– Escolas PEI cresceram 1,2 pontos no IDEB 2019, enquanto as regulares, 0,6.
– Das escolas estaduais de São Paulo, as 33 melhores colocadas no ranking são PEIs.
– 9 das 10 primeiras colocadas de ensino fundamental são PEIs

95% de satisfação

Em agosto de 2020, pesquisa avaliou a percepção de 13 mil professores e 121 mil estudantes da rede pública estadual envolvidos no PEI:

– De 0 a 10, os professores recomendariam 9,1 as escolas em que atuam aos colegas de profissão;
– De 0 a 10, os estudantes recomendariam 8,5 as escolas em que atuam aos colegas;
– 95% dos professores se sentem satisfeitos ou muito satisfeitos em atuar nas escolas.

Comentários