Após mais 8 mortes confirmadas, Taboão da Serra chega a 809 óbitos em decorrência do coronavírus

Por Natália Bassi | 14/07/2021

Taboão da Serra registrou mais oito mortes em decorrência do coronavírus na terça-feira (13). Com isso, a cidade chegou a triste marca de 808 óbitos. Nenhuma vítima tinha comorbidades. As informações foram divulgadas pelo Comitê de Combate à Covid-19.

O município já realizou, até o momento, 54.283 testes. Destes, 38.412 deram negativo e 15.746 positivo. Das pessoas que contraíram o vírus, 14.937 se curaram.

A Secretaria de Saúde informou ainda que monitora 125 pacientes que estão com coronavírus. Destes, 15 estão internados na UPA Akira Tada.

Os óbitos

As mortes das 08 pessoas foram confirmadas após os resultados dos testes saírem. Os pacientes faleceram entre os dias 04 de junho e 07 de julho. Todos morreram em decorrência do coronavírus.

As vítimas

Mulher de 86 anos (estava internada no Hospital do Servidor Público Municipal e faleceu no dia 03 de julho) - Não apresentava comorbidades.

Mulher de 42 anos (estava internada no Hospital Geral de São Mateus e faleceu no dia 07 de julho) - Não apresentava comorbidades.

Mulher de 68 anos (estava internada no Hospital Regional de Cotia e faleceu no dia 19 de junho) - Não apresentava comorbidades..

Homem de 46 anos (estava internado no Hospital Municipal Brasilândia e faleceu no dia 26 de junho) - Não apresentava comorbidades.

Homem de 53 anos (estava internado no Hospital Municipal Brasilândia e faleceu no dia 04 de junho) - Não apresentava comorbidades.

Homem de 55 anos (estava internado no Hospital Municipal Brasilândia e faleceu no dia 06 de junho) - Não apresentava comorbidades.

Mulher de 54 anos (estava internada no Hospital Santa Isabel e faleceu no dia 26 de junho) -Não apresentava comorbidades.

Homem de 69 anos(estava internado no Hospital Regional de Cotia e faleceu no dia 03 de julho) -Não apresentava comorbidades.

Vacinas

Taboão da Serra já aplicou 140.172 doses de vacina. Destas, 118.522 de primeira dose e 30.425 de segunda dose.

Comentários