Gcm de Embu das Artes é assassinado com 22 tiros dentro de casa enquanto dormia

Por Natália Bassi | 4/06/2021

Um crime de extrema crueldade chocou toda população de Embu das Artes. Um agente da Guarda Civil Municipal (GCM) foi assassinado com 22 tiros dentro da sua própria casa na madrugada desta sexta-feira (04). O crime aconteceu na Estrada Velha de Cotia, no Jardim Colonial. Quatro pessoas foram presas. 

Manoel Pinheiro Teixeira Neto estava dormindo em seu quarto quando foi surpreendido pelos autores do crime. Segundo a Polícia Militar (PM),  o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser chamado, mas Teixeira já estava morto. O agente foi alvejado com 22 tiros, sendo a maioria deles na região da cabeça. 

A PM constatou que nenhum objeto da casa foi levado. No entanto, a arma 9mm da corporação que estava em posse do guarda foi roubada. Além disso, a própria GCM confirmou que há 15 dias a arma particular de Manoel, uma pistola calibre 380, também foi furtada. 

Durante perícia, os policiais chegaram à conclusão que a vítima foi atingida por tiros de calibre 380 e 9mm. Isso levantou a suspeita de que a mesma pessoa que furtou a pistola há duas semanas, foi a responsável pela execução do guarda. 

Ao deter os quatro suspeitos de envolvimento no crime, foram encontradas as duas armas utilizadas para assassinar Manoel, incluindo a sua pistola de uso particular. 

A polícia trabalha agora para entender as motivações do crime. As autoridades do município auxiliarão nas investigações. O caso foi registrado na Delegacia Central de Embu das Artes e o corpo do GCM encaminhado ao Instituto Médico Legal de Taboão da Serra.

*com informações do R7 

Comentários