13 pacientes receberam alta na UPA em Taboão da Serra

Por Mariana Félix e Natália Bassi | 1/04/2021

De acordo com o boletim epidemiológico de Taboão da Serra, 13 pacientes apresentaram melhoras e tiveram alta nesta quarta-feira, 31, porém, duas pessoas acabaram morrendo enquanto agradavam transferência.

Uma mulher de 62 anos aguardava a transferência desde o dia 28 de março, e um homem de 86 anos que já chegou na UPA em estado muito grave.

52 pacientes ainda estão internados, a taxa de ocupação dos leitos continua alta, 35 habitantes em leitos de enfermaria e 17 nos leitos de emergência, sendo 16 deles, entubados.

 

Com atualização diária dos dados da COVID-19 desde o início da pandemia, a Prefeitura de Taboão da Serra divulgou, na noite desta quarta-feira (31), o boletim sobre a situação na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Dr. Akira Tada.

O município tem 27 solicitações para transferências de pacientes pela Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (CROSS). De acordo com a prefeitura, em seu boletim diário, seis transferências para as UTI’s do Estado foram viabilizadas pela CROSS.

Segundo ainda o Comitê de Combate à Covid-19, o resultado do teste de 5 taboanenses que faleceram entre os dias 2 de fevereiro e 26 de março saiu e apontou que a causa da morte foi coronavírus. As vítimas foram uma mulher de 72 anos que apresentava diabetes e doença renal crônica e estava internada no Hospital das Clínicas, além de 4 homens. Eles tinham 38,60,65 e 72 anos. O único que não estava internado na UPA foi o senhor de 60 anos, que apresentava diabetes e cardiopatia e faleceu no Hospital M’Boi Mirim.

Com isso, Taboão da Serra chega, em um ano de pandemia, com 488 mortes. Além disso, o município já realizou mais de 45 mil testes e teve 32.202 casos descartados e 12.982 confirmados.

Comentários