Pré-cadastro não é para calcular doses de vacina, diz Governo

Por Natália Bassi | 31/03/2021

O Governo do Estado de São Paulo rebateu a informação de que as doses de vacinas são enviadas aos municípios de acordo com o número de pré-cadastros realizados no site vacinajá.sp.gov.br. Segundo o órgão, essa informação que tem confundido muito a cabeça das pessoas, é falsa.

O pré cadastro, que não é obrigatório, serve somente para reduzir o tempo de atendimento, que passa de 10 minutos para 1 minuto, evitando filas e aglomerações nos pontos de vacinação. Ele não tem como objetivo quantificar o número de vacinas que serão aplicadas em determinada cidade.

As doses da vacina contra o coronavírus são distribuídas de acordo com os dados previstos no Plano Estadual de Imunização (PEI). A quantidade enviada segue estatísticas populacionais e o número de pessoas que foram imunizadas contra a gripe em 2020 como parâmetro.

“Não caiam em fake news, consultem sempre os canais oficiais”, diz o Governo do Estado. Em tempos onde tantas informações falsas são veiculadas, é essencial ter a certeza do que é dito antes de passar a mensagem adiante.

Comentários