Jorge Costa tenta 5° candidatura a prefeitura de Itapecerica em campanha de muitos desafios

Por Daniel Gonçalves | 6/11/2020

Desde a década de 90 o prefeito Jorge Costa (PTB) tem sido protagonista nas eleições municipais da cidade (vice de 1989 a 1990 e prefeito de 1990 a 1992; de 2005 a 2012 e de 2016 a 2020). Mas, a eleição deste ano será a mais desafiadora para quem sempre concorreu como favorito e que mais disputou um cargo majoritário na história do município, nas ultimas décadas.
Recentemente o candidato a prefeito pelo PTB, Jorge Costa, saiu do hospital onde ficou internado há mais de 20 dias após ser diagnosticado com Covid -19. Esse foi o primeiro desafio do prefeito: vencer uma doença que só na cidade em que governa deixou 157 óbitos, segundo o site oficial da prefeitura.

Ainda internado, o prefeito chegou a ser denunciado pelo seu vice e atual adversário de campanha, professor Paulo Pereira (DEM), por suposto problema administrativo em seu governo, com funcionários fantasmas. Paulo Pereira ficou 24 horas no comando da prefeitura e 65 funcionários nomeados, entre eles 13 secretários, foram exonerados.
“Ninguém queria dar satisfação sobre quem eram aquelas pessoas que estavam na lista de pagamento e decidi exonerar para ter acesso à documentação”, disse o prefeito interino Paulo Pereira.

O conflito no governo dividiu opinião entre os munícipes causando alguns desgastes na campanha.

Outro desafio para o político que mais conquistou o cargo executivo na cidade foi confirmar a coligação entre seu partido PTB e o PSDB, sigla da “família Corsini”, com quem sempre assumiu antagonismo. Nesta campanha resolveram abrir mão das rivalidades e disputar a prefeitura para 2021.

Faltando um pouco mais de duas semanas para a eleição e apesar de um clima eleitoral tenso, os candidatos Jorge Costa e Ramon demonstram –se confiantes.

Comentários