Taboão e região completam 28 dias na fase amarela e já podem reabrir cinemas, bibliotecas e teatros

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 24/07/2020

O governador João Dória (PSDB) realizou nesta sexta-feira, dia 24, a 8° atualização do Plano São Paulo, que analisa critérios para a flexibilização da quarentena. Taboão da Serra, Embu das Artes, Itapecerica da Serra e outras cidades da sub-região Sudoeste não avançaram à fase verde, mas completaram 28 dias na classificação amarela e agora já podem reabrir cinemas, teatros, museus, bibliotecas e salas de espetáculos.

Os espaços estavam fechados desde março, mês em que a quarentena em todo o Estado foi decretada. De acordo com o Governo do Estado, os protocolos de segurança para a retomada podem ser estabelecidos pelas prefeituras municipais a partir da próxima segunda-feira, dia 27.

As cidades entraram no nível amarelo no dia 26 de junho, quando bares, restaurantes e salões de beleza obtiveram autorização para reabrir, desde que seguissem alguns protocolos de segurança. Antes, na fase laranja, só estava permitido o funcionamento de serviços essenciais e comércio, com horário e capacidade de atendimento reduzidos.

Plano SP

Para elevar ou diminuir as cidades nos níveis, são analisados a capacidade de hospitalar, a evolução no número de casos e de mortes. São cinco fases  - vermelha, laranja, amarela, verde e azul -  e cada uma delas determina a reabertura de um ou mais atividades do setor econômico. 

Taxa de ocupação de leitos

Na região, ainda de acordo com a atualização, 51,8% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) estão ocupados por pacientes com Covid-19. Já o número de vagas de leitos para receber pacientes com a doença é de 10,6 para cada 100 mil habitantes.

Número de casos nas principais cidades

Taboão da Serra, que tem a maior densidade demográfica do país, com 13,9 habitantes por km², é a cidade da região com maior número de mortes na região. Até está sexta-feira, dia 24, tinha 186 mortes em decorrência do novo coronavírus, além de 2.366 moradores que já tinham sido infectados na cidade. 211 ainda aguardam o resultado do exame. Outros 1.328 ainda estão em tratamento 852 já foram curados.

Embu das Artes, ate a noite de quinta-feira, dia 23, teve 115 óbitos confirmados. No município, 1.836 pacientes foram confirmados, sendo que destes, 880 já foram curados. 3.173 casos foram descartados e outros 2.393 estão sob vigilância.

Já Itapecerica da Serra, após ter mantido estável o número de mortes por 6 dias consecutivos voltou a registrar nesta sexta-feira, dia 24, aumento no número de vítimas fatais por coronavírus. Desde o dia 17, o número de óbitos vinha se mantendo em 76, mas agora subiu para 78, com mais duas mortes. Outros 7 óbitos são investigados. A cidade tem 978 casos confirmados e 430 estão em investigação. 1.704 já foram descartados e 882 moradores estão curados. 

Comentários