Moradores dizem que videmonitoramento acabou com descarte de entulho na EMI Anjinho

Por Mariana Lemos | 21/07/2020

A câmera de vigilância instalada na rua José Copazi, no Parque Albina, está mudando a realidade nas suas imediações. A primeira mudança concreta sentida pela comunidade é a eliminação de um tradicional e vergonhoso ponto de descarte irregular de entulho que ficava na calçada da escola que atende as crianças do bairro. Outra conquista para a população é na segurança, já que o local passou a ser monitorado 24 horas por dia.

De acordo com os moradores, há mais de 15 dias a calçada da escola da EMI Anjinho está sem entulho. A população comemora a mudança de postura que só possível por conta do moderno sistema de vigilância eletrônica que está implantado no local.

“ Desde que instalaram a câmera não teve mais entulho. Foi muito bom para a comunidade”, resumiu o morador Luis Carlos.

Morador de frente do local onde o entulho era descartado Lucas conta que o monitoramento mudou a vida no bairro.

“A gente acorda com entulho e lixo na calçada em frente da nossa casa. Tinha todo tipo de entulho e até lixo orgânico. Quando a prefeitura vinha remover tinha insetos e até barata que vinha para a nossa casa. Eu tenho um filho de 5 anos ficava muito ruim. Desde que puseram a câmera mudou bastante coisa aqui e na vizinhança toda. Foi muito bom a gente deseja que continue assim, melhorou muito”, contou Lucas Santos.

O sistema de videomonitoramento de Taboão da Serra opera 24 horas por dia, 7 dias por semana, por meio de 40 câmeras de alta resolução instaladas em locais estratégicos da cidade.

O videomonitoramento funciona de forma integrada com o sistema de boletins de ocorrência da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo.

O COI também possui um sistema que gera diversas estatísticas que permitem mapear as áreas da cidade com maior índice de ocorrências e elaborar estratégias para reforçar a segurança nesses locais.

Além de tornar mais eficiente as ações da GCM, as imagens das câmeras são utilizadas para auxiliar agentes do Departamento Municipal de Trânsito e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, o SAMU.

Comentários