Em poucas horas, doses de vacina em Itapecerica se esgotam; imunização deve voltar nesta sexta-feira, 27

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 26/03/2020

As doses de vacina contra H1N1 em Itapecerica da Serra já se esgotaram, informou a prefeitura municipal no início da tarde desta quinta-feira, dia 26, por meio de um comunicado em sua página oficial. A vacinação, ainda de acordo com a administração, deve voltar nesta sexta-feira, 27, nas UBBs. Nesta fase, as doses são aplicadas em idosos e profissionais da saúde.

“A Autarquia de Saúde informa que o carregamento de vacinas enviado pelo Governo do Estado acabou. Amanhã iremos oferecer mais doses nas Unidades de Saúde”, informou o comunicado.

A aplicação das doses tinha sido retomada nesta manhã após o Governo do Estado enviar novos lotes à cidade, que se esgotou em poucas horas. Na segunda-feira, dia 26, quando a Campanha Nacional de Vacinação começou, as vacinas também acabaram e cidade teve que suspender por dois dias as imunizações.

Este ano a vacinação contra a gripe foi antecipada de abril para março com o intuito de prevenir o mais rápido possível a população contra os vírus mais comuns da gripe e auxiliar na diminuição de casos suspeitos do Covid-19.

Segundo o Ministério da Saúde, “a vacina contra influenza não tem eficácia contra o coronavírus, porém, neste momento, irá auxiliar os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para coronavírus, já que os sintomas são parecidos. E, ainda, ajuda a reduzir a procura por serviços de saúde”.  A vacina é trivalente e protege contra Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2).

A etapa seguinte começa no dia 19 de abril e tem como com deficiência, povos indiginas, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob alvo pessoas com doenças crônicas, professores da rede pública e privada, profissionais das forças de segurança e salvamento. Já no dia 9 de maio começa a última fase, destinada a crianças de 6 meses e a menores de 6 anos, pessoas com 55 a 59 anos, gestantes, puérperas, pessoas medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

Comentários