Jardineiro com suspeita de coronavírus morre após manusear veneno em chácara de Itapecerica

Por Redação | 16/03/2020

Um jardineiro de 34 anos com suspeita de coronavírus morreu neste sábado, dia 14, no Hospital Geral de Itapecerica da Serra. Exames para checar infecção pelo Covid-19 foram realizados, mas o resultado só fica pronto em 48 hotas. Apesar da suspeita, a irmã do homem alega que ele passou mal após manusear produto químico para queimar mato.

Ela explicou que o irmão trabalhava em uma chácara em Itapecerica da Serra e, na sexta-feira, dia 13, depois de usar e possivelmente inalar o veneno, sentiu dores no corpo e coriza e foi levado pelo patrão ao Pronto Socorro de Embu-Guaçu.

De lá, foi encaminhado para o Hospital Geral de Itapecerica da Serra (HGIS), onde foi isolado e internado. Segundo informações repassadas à reportagem, o homem chegou na emergência já entubado porque sentiu desconforto respiratório ainda no PS. Uma tomografia teria mostrado manchas no pulmão do jardineiro.

Pelos sintomas, os médicos pediram exames para a investigação de H1N1 e coronavírus, mas o jardineiro faleceu antes que os resultados ficassem prontos. Mesmo com a suspeita, a irmã do homem foi até a delegacia e informou que ele não viajou para fora do Brasil e nem teve contato com ninguém infectado.

Agora, além dos exames para sabe se o rapaz tinha sido infectado por H1N1 ou Covid-19, outros testes serão realizados para confirmar se a morte foi causada pela inalação do veneno, pelo coronavírus ou por outro motivo.

Comentários