Eleitor de Taboão que teve título cancelado tem até maio para fazer biometria e regularizar situação

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 5/01/2020

Os eleitores de Taboão da Serra que tiveram o título de eleitor cancelado por não terem realizado a biometria poderão regularizar a situação com a Justiça Eleitoral até o dia 6 de maio. Esta será a última oportunidade para que os munícipes ainda não cadastrados possam votar nas eleições municipais de 2020, que acontecem em outubro.

Para normalizar a situação, é necessário agendar o atendimento no site do Tribunal Regional Eleitoral. No dia, o eleitor tem que estar munido de um documento oficial com foto, comprovante de residência emitido dentro dos três últimos meses e o título de eleitor.

Na cidade, a data final para o cadastramento biométrico foi até dia 19 de dezembro de 2019 e cerca de 60 mil eleitores não tinham realizado o procedimento, segundo o Tribunal Superior Eleitoral. Já dados divulgados neste domingo, 5, mostram que agora um pouco mais de 7 mil eleitores ja regularizaram a situação na cidade, que atualmente tem uma população votante formada por 216.635 moradores.

Nas semanas finais, muitos moradores deixaram para a última hora e uma fila quilometrica se formou na Avenida Armando de Andrade, no Parque Santos Dumont, onde está localizado a Central de Atendimento ao Eleitor, que abriga as duas zonas eleitorais da cidade, a 416º e a 324º. Neste ano, se os eleitores não se anteciparam, a tendência é novamente a lotação nos cartórios.

Desta vez, quem não conseguir realizar a biometria permancerá com o título de eleitor cancelado e não poderão votar nas eleições municipais de 2020, além de sofrer outras sanções na vida civil, como não poder participar de concurso público, tirar passaporte, fazer matricula em faculdades e realizar empréstimos em bancos geridos pelo poder público.

A biometria está sendo implementada com o objetivo de trazer mais segurança para as eleições e envolve a coleta das impressões digitais, fotografia, atualização dos dados cadastrais e assinatura digitalizada. Leva em média apenas 15 minutos.

Cidades da região

Em Itapecerica da Serra a biometria também passou a ser obrigatória e o prazo final para o cadastramento na cidade se encerrou junto com o de Taboão da Serra, mas os moradores ainda têm a oportunidade de também quitarem suas pendências com a Justiça Eleitoral. Cerca de 39 mil eleitores não se cadastraram em dezembro, mas, destes, mais de 3 mil já compareceram ao cartório da 201º zona eleitoral para o cadastramento biométrico.

Juquitiba e São Lourenço da Serra, que têm as menores populações da região e são atendidas pela zona de Itapecerica da Serra, possuiam juntas até dezembro cerca de 9 mil eleitores com pedências eleitorais. No entanto, este número caiu para aproximadamente 8 mil neste mês. A população votante de Juquitiba é de 23.877 moradores e a de São Lourenço de 12.152.

Embu-Guaçu teve apenas 11 mil eleitores que não realizaram o procedimento dentro do prazo, mas até agora quase 1,5 mil moradores que votam na cidade já se acertaram com a Justiça Eleitoral. A regularização está sendo feita no cartório da 370º zona eleitoral.

Serviço

Taboão da Serra
Central de Atendimento ao Eleitor
Onde: Avenida Armando Andrade, nº1.315, no Parque Santos Dumont

Itapecerica da Serra
Cartório eleitoral da 201ºZE
Onde: na Rua David Farah, nº 25, Jd. Santa Isabel

Embu-Guaçu
Cartório eleitoral da 370ºZE
Onde: R. Cel. Luiz Tenório de Brito, 530 - Centro, Embu-Guaçu

Comentários