Emprego formal cresce 51% no primeiro semestre em Taboão da Serra

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 26/07/2019

Taboão da Serra registrou no primeiro semestre do ano um crescimento de 51% na criação de empregos formais dentro da cidade. Os dados foram divugados nesta quinta-feira, dia 25, pelo Cadastro Único de Empregados e Desempregados (Caged), ligado ao Ministério da Economia.

De janeiro a junho, a cidade contratou 16.061 pessoas e desligou 15.237 trabalhadores, o que gerou um saldo positivo de 824 postos de trabalho em Taboão da Serra.

Os dados também mostram que o município conseguiu recuperar em junho o resultado negativo de maio, que tinha registrado queda de 39% em empregos formais. No mês passado, foram 2.918 admissões contra 2.320 desligamentos, uma diferença positiva de 598 pessoas contratadas.

O saldo de junho foi o segundo melhor do ano e ficou atrás apenas para abril, que teve aumento de 93% de empregos com carteira assinada.

Outras cidades

Já Embu das Artes fechou o semestre com sado negativo. Foram 50,28% empregos formais a menos gerados na cidade, que contratou de janeiro a junho 8.406 trabalhadores, mas demitiu 8.502. Na variação absoluta, o resultado negativo é de 96 vagas.

Apesar do resultado negativo ao longo do ano, a cidade também conseguiu recuperar o saldo ruim do mês de maio, que teve 34% de empregos formais a menos gerados. Em junho, 1.351 pessoas foram admitidas e 1.204 demitidas, um saldo positivo de 35%. O resultado foi o melhor do ano para Embu.

Em Itapecerica da Serra, assim como em Taboão, o acumulado do ano também fechou no verde. A cidade teve aumento de 50,49% de empregos gerados, tendo feito 4.659 contratações e 4.568 desligamentos.

Em junho, a cidade acompanhou a melhora da região e teve 11% a mais de empregos formais preenchidos. Foram 799 trabalhadores admitidos contra  766 mandados embora, uma diferença de 23 vagas.

 

 

 

 

 

 

Comentários