Lei que cria Carteira Municipal de Identificação do Autista é aprovada em Taboão

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 3/06/2019

O Projeto de Lei nº 013/2019 que institui a Carteira Municipal de Identificação do Autista (CMIA) foi aprovada em Taboão da Serra na última sessão da Câmara Municipal, realizada na terça-feira, dia 28. O PL de autoria do vereador Ronaldo Onishi é mais uma vitória na causa autista da cidade, a qual vem se dedicando há anos.
 

“Essa função é cartera é muito importante e as mães já clamavam há tempo porque o espectro autismo é um transtorno, não uma doença. E não tem como as pessoas saberem que aquela criança tem autismo e por isso tem um comportamento diferenciado [...] e essa carteira vai exatamente ao encontro das mães para possibilitar que elas possam identificar seus filhos", disse o vereador.

Como muitas pessoas ainda não tem conhecimento sobre o espectro, o documento pode ajudar a e "evitar constrangimentos”. “Às vezes a criança não tem paciência de esperar em filas ou tem um comportamento que não é considerado ao que a sociedade pode entender como adequado numa fila de ônibus, numa fila de cinema, no transporte público. É uma das piores coisas para os pais ouvir que seu filho não tem educação e respeito.”, ressaltou ainda.

O vereador ainda informou que está organizando o 1º Forúm sobre o autismo para “discutir políticas públicas para a cidade de Taboão da Serra”. O evento deve contar com a  participação dos profissionais da saúde e do poder público.

A causa autista em Taboão da Serra é uma das bandeiras defendidas pelo vereador Onshi. Há 5 anos ele vem realizando na cidade o Encontro do Autistmo para reunir a população de Taboão e de outras cidades para conscientizar sobre o espectro autista e discutir políticas públicas de inclusão.

A lei agora segue para o Executivo. Se sancionada pelo prefeito Fernando Fernandes, a carteira de identificação será emitida pela Secretaria de Assistência Social.

 

Comentários